Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

“Mas estão gozar com o pagode; ou o quê?!”

por josé simões, em 18.08.08

 

Esta era a pergunta a que na anedota “o outro” respondia: “ou o quê!” (*)

 

Aqui no princípio do Verão, a minha filha que meteu na cabeça que iria ganhar umas coroas nas férias, resolveu responder a um anúncio para um Call Center do MEO. 350 – trezentos e cinquenta – 350 euros por mês, quatro horas por dia, se… conseguisse angariar 10 clientes! Se não angariasse nenhum; um; cinco; ou qualquer número abaixo de dez, recebia nada. Acima de dez, eram mais 50 euros por cada angariação.

 

Foi terminantemente proibida por mim e pela mãe, de ser explorada, perdão, de ganhar umas coroas nas férias.

 

(*) Voltando ao início do post: “…Mas estão a gozar com o pagode; ou o quê?!”