Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Momento masturbatório da semana

por josé simões, em 04.04.08
(E logo numa sexta de manhã!)
 
A escolha do corredor Chelas-Barreiro para a terceira travessia do Tejo dá razão ao refrão «a ponte é uma passagem para outra margem» da canção-hino dos Já Fumega.
 
A ponte Chelas-Barreiro é um velho projecto que finalmente sairá do papel e ajudará a cerzir as duas margens do Tejo numa grande metrópole, uma missão que a segundo travessia, entre Alcochete e o Parque das Nações, não logrou cumprir.
(Link)
 
Era para ter escrito assim: “Fico extremamente satisfeito por constatar que sou lido no Diário de Notícias”. Depois, com receio de ser mal interpretado, optei por esta: “Qualquer semelhança entre o que ontem aqui foi escrito e o editorial do DN é pura coincidência”. Mas era pior a emenda que o soneto. Fica então assim: “Já somos (pelo menos) dois a partilhar do mesmo ponto de vista”. (Mas eu escrevi primeiro!)