Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Um Pirum (*)

por josé simões, em 26.02.08

 

(*) Alcunha alentejana para alguém presunçoso ou vaidoso.
 
O Nuno Rogeiro do futebol foi agredido.
 
Não querendo que isto seja interpretado como um regozijo – antes pelo contrário! (atitudes deste calibre são sempre condenáveis, seja qual for o interveniente) – admirado andava eu, por uma situação destas não ter acontecido já há mais tempo, face ao chorrilho de barbaridades com que a SIC Notícias nos resolve prendar todos os santos domingos, pela boca do senhor comentador.
 
Inacreditável! A SIC paga ao senhor Rui Santos, para nos dizer todas as semanas e em directo, aquilo que o comum do português fanático por futebol diz de borla, pelos cafés e tascas deste país, com mais lucidez e maior capacidade interpretativa!
 
Diz Rui Santos que não quer ser um “segundo caso Bexiga”. Presunção e agua benta…
Ricardo Bexiga denunciou um conjunto de casos concretos de promiscuidade ente política e desporto; Rui Santos não denuncia nada; é a versão Moda Milão de Octávio Machado: “eu sei que vocês sabem que eu sei. Se não me agarram; eu digo; eu faço; eu aconteço!”. Bah!
 
E já que aqui estamos, seria útil saber qual, ou quais os critérios, que levam a que a SIC Notícias conceda, por exemplo, a um programa como A Quadratura do Círculo pouco mais que 50 minutos, e a um programa como o Tempo Extra quase duas horas.
 
Adenda: Segundo li, foram 3 os agressores. Uma aliança? Um por cada um dos 3 “grandes”?
 
(Foto via New York Times)