Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

...

por josé simões, em 21.12.06

Mau, muito mau.

 

A forma patética, quase a raiar o ridículo em como Nuno Rogeiro tentou ontem, no jornal das 23 h na SIC noticias justificar o injustificável: a sua quase participação na conferência de Teerão.

Que era a favor de um estado palestiniano, assim como de um estado em Israel, e que o holocausto existiu (obrigado pela informação, o povo agradece), desapareceram milhões de pessoas na Europa mortas pelo nazismo e pelo comunismo (outro dos argumentos usados pelos revisionistas…) e pronto, não o deixaram dizer isto e ficou de papeis na mão à porta da conferência!

 

Toda a gente sabia ao que ia e, quais eram os objectivos últimos da conferência, excepto Nuno Rogeiro… Grande anjinho! Ou o Pai Natal existe?

 

 

Menos Mau.

 

O cuidado evidente de Pacheco Pereira ontem na Quadratura do Circulo, antes de cada intervenção sublinhar que os males de que padece esta maioria absoluta, são os mesmos de que padeceram as de Cavaco Silva e que ele foi deputado dessas maiorias.

 

Demorou mas chegou! Valeram a pena as constantes chamadas de atenção da blogosfera para a estranha amnésia de Pacheco Pereira.

3 comentários

Comentar post