Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Ainda o Tratado de Lisboa

por josé simões, em 25.10.07

 

Este argumento é muito primário – era para escrever manhoso… –, nada digno de um constitucionalista e professor universitário. Para um argumento primário, uma interpretação e duas perguntas também primárias. Recorrendo ao futebol, a ideia que se quer fazer passar é, que podemos sempre rescindir o contrato e deixar de jogar neste campeonato. A questão que se levanta é onde vamos passar a jogar depois; no campeonato do Mercosul? E ainda há outra questão não menos importante: E depois, caso enveredássemos pela rescisão, haveria indemnizações compensatórias a pagar ao clube pelo dinheiro – e que não foi tão pouco como isso – na nossa formação como jogadores?
 
Como já aqui foi escrito, o blogue é contra o referendo, este e outros; mas este argumento – e agora é que é –, é muito, mas mesmo muito manhoso!
 
Que haja respeito pela inteligência das pessoas é o mínimo que se exige; o povo não é “qualquer coisa” para ser levado ao sabor da capa, assim ao jeito de um animal na festa brava.
 
(Foto de El Juli via El Pais)