Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| É o que temos…

por josé simões, em 09.04.13

 

 

 

Que o Nuno Crato não saiba que a declaração de inconstitucionalidade das normas do Orçamento do Estado para 2012 referentes à suspensão do pagamento dos subsídios de férias e de Natal não tiveram efeitos suspensivos, não evitaram o esbulho dos salários – a chamada "suspensão da democracia", ainda se aceita, pronto, nem toda a gente é dada a seguir estas coisas da política.

 

Agora ver um ministro da Educação dizer, na maior das calmas e descontracções, duas, duas vezes seguidas na televisão, para o todo o país, "há uma ano atrás"… Oh senhor ministro da Educação, e como é que será "há um ano à frente"? Eduque lá o povo, s. f. f.

 

«Há de facto uma falha, um hiato que se cria com a decisão do TC, tal como se criou há uma ano atrás, há mais de um ano atrás, e nós vamos ter de encontrar maneira de preencher esse hiato» [A partir do minuto 00:38]

 

[Imagem de autor desconhecido]