Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| O estado da Nação

por josé simões, em 02.04.13

 

 

 

Acusado de acesso indevido a dados pessoais, corrupção passiva para acto ilícito, abuso de poder e violação do segredo de Estado, suspeito de, e enquanto director dos Serviços de Informações Estratégicas de Defesa, usar informação privilegiada em benefício de interesses particulares e corporativos, vai depor condicionado pelo "segredo de Estado" de que é acusado de ter violado.

 

É o "segredo de Estado" por medida e por encomenda, numa Democracia menor, onde um primeiro-ministro iluminado e acima e qualquer suspeita, decide se um órgão de soberania é ou não digno de confiança no acesso a informação confidencial e sensível, sistematicamente violada por "paisanos" anónimos de nomeação política.

Kafka não teria escrito melhor.

 

[Na imagem fotograma de Frankenstein Júnior, Mel Brooks, 1974]

 

 

 

 

 

 

1 comentário

Comentar post