Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| Mind games ou as aventuras de um belga no sul da Europa

por josé simões, em 07.12.12

 

 

 

Franky Vercauteren, que não percebe nada de mind games manhosos, típicos dos latinos do sul da Europa, veio dizer que uma equipa profissional tem de estar preparada para jogar dois jogos em três dias e que o problema era mental, «estávamos focados para jogar esta noite, vamos ter de nos focar amanhã outra vez e na segunda-feira outra vez».

 

Só que, e para superar o tal do "problema mental" está cá [lá] a direcção do Sporting. Lança para cima da mesa a bisca do adiamento do jogo com o eterno rival - que sabe ser impossível à luz dos regulamentos, como última esperança para acirrar o ânimo a uma equipa psicologicamente destroçada ao mesmo tempo que aquece os ânimos aos trogloditas, vulgo claques,  e, se pegar, se o Sporting ganhar, ganhou contra tudo e contra todos e ainda contra o tempo horário e o tempo meteorológico e, mais importante que tudo, ganhou contra o SL Benfica. Se perder, perdeu contra tudo o que pode ser invocado em caso de vitória, em futebolês corrente, foi roubado na secretaria.

 

Como diria o Jaime Pacheco, é uma faca de dois legumes. Tens muito que aprender, oh Franky.