Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Grau zero

por josé simões, em 14.07.16

 

harislithos.png

 

 

De manhã foi no Opinião Pública, o Twitter dos netexcluídos na televisão do militante n.º 1 – SIC Notícias, uma senhora deputada anónima do PSD, de que não vai rezar a História, que o PSD não tinha nada a ver com a lei das apresentações periódicas para desempregados, frisando que foi tudo invenção e criação do PS, mas que agora o Bloco e o PS acabam com um mecanismo, o termo de identidade e residência, que servia para aproximar os cidadãos da administração pública. Quase 5 anos de Governo da direita radical a destruir a administração pública em nome da poupança gordurenta do Estado, a fechar repartições e departamentos, a reformar freguesias, a encerrar postos de saúde e tribunais, a litoralizar ainda mais o país, para afinal termos de encarar o desemprego como uma oportunidade para nos aproximarmos da administração pública. Podia ter terminado com um "por acaso foi ideia minha" mas a pivot passou para os telefonemas dos telespectadores.


À noitinha foi no telejornal que já foi do Mário da t-shirt, o Crespo, também na televisão do militante n.º 1, o ideólogo do pantomineiro do pin – Miguel Morgado, a fazer o pino em directo e a cores para desvalorizar a ida de Durão Barroso para a Goldman Sachs com a crítica de Hollande à ida do mordomo da Goldman Sachs para a Goldman Sachs ter sido manobra de agit-prop para desviar a atenção do eleitor francês do seu cabeleireiro ganhar 11 mil por mês.


Grau zero.


[Imagem]

 

 

 

 

Manhosos e sonsos

por josé simões, em 14.07.16

 

the_independent.jpg

 

 

E se fosse um homem a ocupar o n.º 10 era motivo de comentário e de nota de rodapé a acompanhar o curriculum o facto de não ter filhos? A sonsice numa primeira página manhosa, e nem sequer é o Sun ou o Mail ou o Mirror.

 

 

 

 

É preciso ser estúpido

por josé simões, em 14.07.16

 

pub.jpg

 

 

Já nem digo machista, é preciso ser estúpido para fazer publicidade deste nível depois da participação portuguesa no Europeu de Atletismo. E ficamos só por este Europeu para não encalacrar ainda mais o "criativo", ok?


Já nem digo estúpido, é preciso ser um perfeito imbecil para comprar o produto motivado pela publicidade.


[A imagem é minha]