Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

||| Conta-me como foi

por josé simões, em 10.05.16

 

hugo barros.jpg

 

 

Ainda sou do tempo dos deputados do PSD na rotunda do Marquês de Pombal a aplaudir efusivamente a manif da Fenprof encabeçada por Mário Nogueira. Era o tempo em que dava jeito ao "sentido de Estado" e à "responsabilidade" do PSD que o Comissário Nogueira pusesse e dispusesse no Ministério da Educação, em defesa dos professores e da escola pública.


[Imagem]

 

 

 

 

||| A Europa da vergonha

por josé simões, em 10.05.16

 

PPE logo.png

 

 

Não só passámos a pagar-lhes para isto, com o dinheiro dos contribuintes europeus que não há para nada, como ainda nos comprometemos a acelerar todo o processo de adesão, quiçá até queimando etapas e fechando os olhos a “pormenores” como os direitos humanos – que algumas vozes já defendem serem subjectivos e relativos a liberdade de expressão e a liberdade de imprensa.

Da Europa humanista, das liberdades, direitos e garantias, para a Europa da vergonha, do Partido Popular Europeu.


"Turquia acusada de abater refugiados sírios na sua fronteira"


"Relatório da Human Rights Watch volta a mostrar abusos cometidos pelas forças fronteiriças turcas."


[Imagem]

 

 

 

 

||| Realidade paralela

por josé simões, em 10.05.16

 

crato-passos-coelho.jpg

 

 

Ah e tal, nada de mal-entendidos, quem tem cu tem medo, nada de segundas intenções à roda de negócios e negociatas, que isso é com os contratos de associação do bloco central de interesses, era de Mário Nogueira e dos comunistas da Fenprof que se falava. Desconhecendo, na realidade paralela onde habitam, que quatro anos de Nuno Crato fizeram mais pela reabilitação do Comissário Nogueira aos olhos da opinião pública, das famílias, dos pais e encarregados de educação, dos professores, não necessariamente por esta ordem, que o tempo que tudo cura e o depois de mim virá quem de mim bom fará.