Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 27.03.13

 

 

 

"A retórica inflamada e… sem conteúdo, as intrigas e… as jogadas político-partidárias não acrescentam um cêntimo à produção nacional e não criam um único emprego".

 

Pelo meio, e depois da TV Rural, ainda lançou as sementes para uma futura TV Empresarial ao dizer, mais ponto menos vírgula e sem se rir, qualquer coisa como "se as nossas televisões dedicassem mais tempo a divulgar os nossos sucessos empresariais o país estava muito melhor".

 

"Quase tudo o resto é fantasia", também disse.

 

[Imagem "The Pierced Man, a circus performer from the 30’s", autor desconhecido]

 

 

 

 

 

 

|| O estado da Nação

por josé simões, em 27.03.13

 

 

 

Receber 300 mil euros do Estado para desmantelar o Estado nos intervalos de aparecer na comunicação social a dizer umas patetices.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Só tem medo do Diabo quem já ouviu falar dele, vox pop

por josé simões, em 26.03.13

 

 

 

Ou quem já o sentiu na pele, permito-me acrescentar. E, pela "lei da vida", com cada vez menos testemunhas vivas do que foi, num passado não muito distante, a governação da Europa pelo "Diabo", resta a memória transmitida, o tal ter medo por ter ouvido falar. O problema da comparação entre Merkel e Hitler não é a comparação ela própria, é… haver um ponto de comparação.

 

[A imagem é a de um cartaz numa montra de Atenas e foi fanada já não me lembro onde]

 

 

 

 

 

 

|| Promiscuidade e falta de respeito pelo cidadão eleitor-contribuinte

por josé simões, em 26.03.13

 

 

 

Acusado dos crimes de abuso de poder, violação de segredo de Estado e de acesso indevido a dados pessoais, pede a exoneração e vai trabalhar para a empresa para a qual passou informações classificadas enquanto director dos Serviços de Informações Estratégicas de Defesa, continuando, como administrador da empresa privada que tinha favorecido enquanto funcionário do Estado, a pedir dados aos operacionais que lhe eram próximos no serviço do Estado que dirigiu.

 

Volta, três anos volvidos e com a ligação à empresa privada fortalecida por uma ano de "comissão", para ocupar um cargo até que a morte o separe, talhado por medida, mesmo ao lado do primeiro-ministro, com acesso a informação privilegiada, e com retroactivos pagos à data em que pediu a exoneração, incluindo o ano em que trabalhou e recebeu no privado, com a assinatura do ministro das Finanças.

 

Isto na mesma semana em que foi apresentada a graaaaande meta, os "alvos" do Governo: reduzir radicalmente o peso salarial dos funcionários menos qualificados, "assistentes operacionais e assistentes técnicos" da Função Pública, alguns com dezenas de anos de dedicação à profissão e lealdade à administração pública.

 

Parafraseando o alegado primeiro-ministro, esta reintegração deve ser encarada como uma oportunidade e não como uma ameaça e, talvez, mais um passo no caminho de alinhar o regime privado com o regime público. Tipo promiscuidade e falta de respeito pelo cidadão eleitor-contribuinte?

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Como construir um caleidoscópio

por josé simões, em 26.03.13

 

 

 

Para ver o mundo de pernas para o ar e em cores psicadélicas:

 

«[…] se Portugal e Irlanda tiveram sucesso, também o euro será bem sucedido.»

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Rewind/ Fast Forward buttons

por josé simões, em 26.03.13

 

 

|| O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 25.03.13

 

 

 

«o Euro faz parte da Democracia»

 

 

 

 

 

 

 

|| Hipocrisia, instinto de sobrevivência e baratas tontas

por josé simões, em 25.03.13

 

 

 

O CDS, que não está no Governo, vem pedir a remodelação do Governo, onde o CDS está de corpo e alma, ainda antes de conseguir votar, ao mesmo tempo contra e a favor, da moção de censura do PS, ao Governo onde o CDS está e não está.

 

Diz que os partidos políticos estão descredibilizados aos olhos dos cidadãos.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

|| Um país de Phineas, Ferb’s, e Perry’s ornitorrincos

por josé simões, em 25.03.13

 

 

 

Que nos States um procurador se dê ao trabalho de acusar formalmente uma marmota, e pedir a pena de morte para o roedor por este se ter enganado na previsão meteorológica, não surpreende ninguém, assim com decerto não surpreenderá ninguém que o veredicto do júri seja tomado depois de uma consulta à Bíblia [Sagrada]. That's all folks!

 

 

 

 

 

 

|| [Capítulo II] Nos termos da Lei, o Tempo de Antena é da exclusiva responsabilidade das organizações intervenientes

por josé simões, em 25.03.13

 

 

 

O que o povo gostava de saber é se o missal, mix de auto-elogio e propaganda governamental, que o ministro da Propaganda reza sob denominação de "Opinião" nas páginas do jornal que orgulhosamente não se cansa de repetir ser o de maior tiragem nas "5 regiões de Portugal – Norte, Centro, Sul, Algarve e Alentejo", foi pago pelo jornal, à semelhança do que faz com os outros comentadeiros com lugar cativo, ou se foi pago pelo ministro do seu próprio bolso.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Mentes brilhantes

por josé simões, em 24.03.13

 

 

|| Fim-de-semana

por josé simões, em 24.03.13

 

 

 

Este fim-de-semana foi assim.

 

For me… FormidableCharles Aznavour

 

[7" vinyl]

 

 

 

 

 

 

|| Nos termos da Lei, o Tempo de Antena é da exclusiva responsabilidade das organizações intervenientes

por josé simões, em 24.03.13

 

 

 

Para fazer figura de corpo presente não era necessária a presença de uma jornalista, bastava um centro de mesa ou um arranjo floral.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Requiescat In Pace

por josé simões, em 24.03.13

 

 

 

Diz bem do estado a que o PSD chegou quando a vice-presidência é o vazio, a nulidade total.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

|| Amar a Deus de beiço caído

por josé simões, em 23.03.13

 

 

 

"E o diabo, levando-o a um alto monte, mostrou-lhe num momento de tempo todos os reinos do mundo.

E disse-lhe o diabo: Dar-te-ei a ti todo este poder e a sua glória; porque a mim me foi entregue, e dou-o a quem quero.

Portanto, se tu me adorares, tudo será teu"

 

Lucas 4:5-7

 

"Se o primeiro-ministro tiver condições para manter a coligação e manter o Governo não vejo razão nenhuma para que não possa manter a figura do ministro das Finanças. Substituir Vítor Gaspar seria um erro".

 

O presidente do conselho de administração do intervencionado Banif.

 

[Imagem]