Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| Da série "Grandes Primeiras Páginas"

por josé simões, em 04.08.12

 

 

 

A capa da Zeit Magazin [Alemanha], assinada por Mirko Borsche.

 

 

 

 

 

 

 

|| Da série "Coisas Verdadeiramente Surpreendentes"

por josé simões, em 04.08.12

 

 

 

Um Governo ideologicamente apostado em desmantelar o Estado para o melhor repartir pela elite da clientela político-partidária encomenda um "estudo" onde as fundações exclusivamente privadas dominam o ranking das 190 fundações.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Relatório e Contas. Resumo da Semana

por josé simões, em 04.08.12

 

 

 

[Via]

 

 

 

 

 

 

|| Porque hoje é sábado

por josé simões, em 04.08.12

 

 

 

Susan Meiselas


The Girl Show [Carnival Strippers], 1974

 

 

 

 

 

 

|| Mais depressa se apanha um mentiroso que um coxo

por josé simões, em 03.08.12

 

 

 

Um ano depois de tomar posse, e depois de muitos e elaborados estudos [supõe-se], o Governo apresenta a solução para aquela que foi uma das bandeiras da campanha eleitoral dos dois partidos que compõem a coligação – acabar com as fundações, poços sem fundo para o despesismo do Estado, o malbaratar dos dinheiros públicos, o amiguismo e compadrio, a fuga aos impostos, mais o famoso "€1 poupado é €1 para ajudar os que mais precisam", e por aí, et caetera e eta caetera e et caetera.

 

A agit-prop governamental mete mãos à obra e, no primeiros dias de férias, com metade do país a banhos e a outra metade a fazer contas às contas que tem de pagar, vem largar bombas de fumo para a opinião pública, com a Fundação Magalhães à cabeça, a do computador, um dos ódios de estimação da Direita medieval, e que mais se devia chamar Afonso de Albuquerque pela barreira entre castas que derrubou ao democratizar o acesso ao computador e à net, quase logo desde a nascença, a todas as classes sociais sem excepção, seguida de outro dos ódios da carteira de clientes desta Direita retrógada e ultramontana, este nascido logo a 26 de Abril de 1974 – Mário Soares, por interposta pessoa, a sua Fundação, parte importante da memória histórica colectiva da resistência à ditadura do Estado Novo, pobres e mal-agradecidos pela "protecção" concedida até 25 de Novembro de 1975, tudo com o objectivo de desviar atenções e esconder um ranking martelado, com as "boas" classificações de, por exemplo, fundações "humanitárias" e/ ou empresariais, à frente de, também por exemplo, a Casa da Música e as universidades.

 

Isto é para levar a sério? Infelizmente é. Parafraseando o actual ministro da Propaganda, antes de o ser, "Sabem que é uma coisa que me custa muito, é que a sensação que eu tenho é que ainda há uma parte do eleitorado que quer ser enganada. Ainda há uma parte do eleitorado que quer ser iludida, quer ser enganada e quer ser iludida". E Infelizmente tive razão antes de tempo.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| É isto, não é?

por josé simões, em 03.08.12

 

 

 

Pedro Passos Coelho diz que, durante as férias, delegou funções em Vítor Gaspar porque agora não convém dizer que foi em Miguel Relvas; é isto, não é?

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Notícias do Big Brother

por josé simões, em 03.08.12

 

 

 

E toda a gente acha isto absolutamente normal…

 

[Detalhes]

 

 

 

 

 

 

|| What happened to Carlos Moedas?

por josé simões, em 02.08.12

 

 

 

"Continua como princípio base a assunção que Portugal não vai reganhar acesso completo ao mercado de capitais nos próximos 12 meses e antecipamos uma extensão do programa de financiamento oficial, provavelmente proveniente de forma maioritária do Mecanismo Europeu de Estabilidade"

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Conjugação do verbo spinnar

por josé simões, em 02.08.12

 

 

 

Vai ser como a mui revolucionária, estruturante, e importante para a sustentabilidade do Estado e para o futuro da Pátria, reforma autárquica do ministro da Propaganda: cortar, para o caso, nos salários dos eleitos para as juntas de freguesia, o suficiente para não agitar a clientela partidária, para pagar as contas do telemóvel, e ficar bem na fotografia.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

 

|| Não nos podemos desfocar do Rendimento Social de Inserção

por josé simões, em 02.08.12

 

 

 

|| Chapeuzinho na mão e coluna vertebral devidamente curvada

por josé simões, em 02.08.12

 

 

 

Nem tinha havido Democracia em Portugal se não fosse a contribuição do excelentíssimo senhor Eurico de Melo. A qualidade da Democracia em Portugal teria sido infinitamente superior sem a contribuição do excelentíssimo senhor Eurico de Melo. Não se pode "falar mal" dos mortos, é falta de respeito. E muita moral judaico-cristã. País de tristes. E de fado.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| É isto

por josé simões, em 01.08.12

 

 

 

Para quem não percebeu, frame by frame.

 

 

 

 

 

 

 

|| Os primos, quais Cavaleiros do Apocalipse

por josé simões, em 01.08.12

 

 

 

Ou um não menos mediático atropelamento, como o perpetrado pelo primo das irmãs Mariazinha, Alcina e Adelaide, com a ajuda de Deus, sobre 10 milhões de transeuntes e a céu aberto. Não é certo que não tenha morrido ninguém.

 

 

 

 

 

 

|| In Memoriam

por josé simões, em 01.08.12

 

 

 

Gore Vidal

 

1925 – 2012

 

Eu fui Juliano, o apóstata, da primeira à última página só com pausas para ir à casa de banho e no meio dos "vem comer rapaz, larga o livro!" da minha mãe e do encolher de ombros do meu pai; eu estive lá, eu vivi em Washington D. C. como antes [só] tinha vivido na América pela trilogia de John dos Passos - Paralelo 42/ 1919/ USA, Dinheiro Graúdo. Obrigado. Muito obrigado.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Brutti, Sporchi e Cattivi

por josé simões, em 01.08.12

 

 

 

Quando for grande quero ser sobrinha-neta.

 

 

 

 

 

 

Pág. 8/8