Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Natal 2007 (XIII)

por josé simões, em 27.12.07

 

Leio nos jornais que a SIC e a TVI bateram a RTP nas audiências de Natal. Como não estamos propriamente num país de ateus e agnósticos; de pagãos já tenho as minhas dúvidas, face aos cultos de Santos & Santinhas que por aí prolifera de Norte a Sul do rectangulo, o que eu esperava ler, era que as televisões tinham tido quedas pronunciadas de audiências nestes últimos dias.
 
Que raio de pais é este, que para celebrar a “Festa da Família” se come o bacalhau, o peru, o borrego ou coisa que o valha e depois fica tudo arrochado no sofá a ver televisão?
 
Não têm nada para falar uns com os outros? Não há mais nada de interessante e útil para fazer?
 
Parafraseando Scolari: “E o burro sou eu…
 
(Foto de Peter Haxton para o Guardian)
 
 

Les Baisers de Cinéma XIX (*)

por josé simões, em 27.12.07

Nicole Kidman e Tom Cruise
Brigitte Bardot e Jane Birkin
 
Marcello Mastroianni e Sophia Loren
(*) Via Le Soir
 
 
 
 
 

Masturbação

por josé simões, em 26.12.07

 

A comida estava boa, o vinho era óptimo, a conversa nunca mais acabava. Ou antes, acabou há bocado. O Natal cá em casa acabou hoje depois de almoço.
Vem a este prelúdio a propósito da mensagem de Natal do nosso Presidente do Conselho. Como a televisão esteve sempre off, só há bocadinho tive acesso a um resumo da prédica.
 
Só (!) o desemprego a estragar o centro de mesa. O défice abaixo dos três por cento; o crescimento económico próximo dos dois por cento; mais alunos nas escolas; as Novas Oportunidades; a sustentabilidade da Segurança Social. Uma alegria! “Foi um ano de recuperação e de resultados positivos” e a economia “prossegue de forma consistente uma trajectória segura de crescimento”; Sócrates says.
 
Mas então porque é que não fico a pular de contente? Porque é que este discurso me soa a masturbação de “aquecimento”?
 
(Imagem roubada ao Zé Nova)
 
 

O afastamento de Deus

por josé simões, em 26.12.07

 

O meu primeiro professor na disciplina de Filosofia nos meus tempos de Liceu em Setúbal, disse-nos – à turma –, na primeira aula, que a Filosofia tinha nascido na Grécia antiga por uma razão “muito simples” (sic): as pessoas tinham atingido um nível de bem-estar económico tal, que se podiam dar ao luxo de pensar noutras coisas que não procurar com que “encher a barriga e a da sua família todos as manhãs assim que acordavam” (sic, novamente).
 
Não se porquê, lembrei-me do meu professor de Filosofia depois de ter tomado conhecimento das preocupações de D. José Policarpo. (Link)
 
(Foto de Hugo Villalobos)
 
 

In Memoriam

por josé simões, em 26.12.07

 

Oscar Peterson

1925 - 2007

Les Baisers de Cinéma XVIII (*)

por josé simões, em 26.12.07

Clara Calamai e Massimo Girotti
Sigourney Weaver e Alien
 
Keanu Reeves e Charlize Theron
 
 
(*) Via Le Soir
 
 
 

O sms natalício

por josé simões, em 25.12.07
Não é uma estória de Natal, mas já é parte da história do Natal; da história recente do Natal. Aqueles sms que alguns imaginativos compõem só para não dizerem o óbvio, e que era suposto ser dito nesta época – Feliz Natal! Depois é correr a agenda do telemóvel, e num ápice aquele textozinho dá a volta a Portugal; Continental e Ilhas adjacentes; entra pelos PALOP´s e outro qualquer canto do mundo onde exista um português com ligações à Mãe-Pátria e com um tracinho de rede no ecrã do aparelho.
 
No entretanto as operadoras telefónicas facturam alarvemente. Já não bastava o 13.º que se foi em prendas; lá se vai o saldo. É Natal
 
(Os construtores destes sms, estes imaginativos, terão alguma ligação contratual com as operadoras? Para mim é uma incógnita, uma dúvida que nunca vejo esclarecida)
 
E todos os anos o textozinho é diferente; se bem que possa surgir algum repescado de anos anteriores e ficamos a pensar “Onde é que este gajo viveu ultimamente?!”, porque, como regra, o sms natalício, reflecte sempre alguma situação, alguma da história recente do país; alguma coisa que toca / afecta a pessoa que a envia.
 
Este ano a estória girava ao redor de uma impossibilidade de haver Presépio. A vaca estava louca; os camelos estavam no Governo, a ASAE fechou o estábulo, qualquer coisa do Menino e do pai biológico, mais o não-sei-quantos e o Burro.
 
O Burro! O Burro, para os meus amigos lagartos estava a treinar o Benfica; apesar dos sms recebidos da parte dos meus amigos lampiões me dizerem que estava a treinar o Sporting! Um murcão ou outro que conheço (FCP), garantia-me que o Burro, afinal, estava à frente da Selecção Nacional... Mas o que verdadeiramente me surpreendeu foram os meus amigos profs. Independentemente do fervor clubista falaram a uma só voz. O Burro estava a dar Aulas de Substituição!
 
E a isto chama-se fazer lobby.
 
 

Les Baisers de Cinéma XVII (*)

por josé simões, em 25.12.07

Greta Garbo e John Gilbert
John Wayne e Marlene Dietrich
 
Marilyn Monroe e Tom Ewell
 
(*) Via Le Soir
 
 
 
 

Natal 2007 (XII)

por josé simões, em 24.12.07
Pessoal: A rapaziada aqui do blogue vai ali e já volta. Comer uma bacalhauzada à antiga; nada dessas mariquices de “com natas” e “espiritual”. Acompanhado por um tinto Quinta do Alcube reserva, gentilmente cedido pela gerência, que, de atarefada com a vindima, o espremer da uva, e o engarrafamento do precioso líquido, até se esquece de cuidar aqui do estaminé.
 
E, depois dos doces, do bolo-rei, da aguardente velha e do whisky, da abertura das prendas, lá para as duas da manhã, quando os velhotes e os putos já estiverem em Vale de Lençóis vamos dar um salto até ao ADN e agitar o shaker, perdão, o corpo, ao som do som de alguns destes trastes. Que eu já vou com sete-anos-sete-natais seguidos a dar música ao povo e este ano quero que se lixe e vou ficar do lado de cá e aproveitar para moer o juízo ao deejay.
 
Aceitem esta música de Feliz Natal – do Ano Novo depois tratamos; uma coisa de cada vez –, que apesar de ter sido roubada aqui na Barbearia, é de boa vontade, e de certeza que o Sôr Luís não vai levar a mal.
 
Prometemos ser breves; Feliz Natal a todos!
 
 

Uma coisa que não me sai da cabeça desde ontem…

por josé simões, em 24.12.07
… eu que de bancos só percebo aquela parte de consultar o saldo e os movimentos:
 
Sendo o BCP um banco privado, como é que se pode dar o caso do PS o estar a “OPAr” encapotadamente como já por aí li? Então as coisas não têm obrigatoriamente de passar por uma aprovação em assembleia de accionistas?
 
 

Les Baisers de Cinéma XVI (*)

por josé simões, em 24.12.07

Glenn Close e Michael Douglas
Richard Burton e Elizabeth Taylor
Gérard Depardieu e Catherine Deneuve
 
(*) Via Le Soir
 
 
 
 
 

As entrevistas

por josé simões, em 23.12.07

 

Por vicissitudes de um fim-de-semana árduo a dar música ao povo em férias de Natal, só há bocadinho li a entrevista no Expresso, de Miguel Esteves Cardoso ao Gato Fedorento mais comprido do quarteto. Tinha ontem lido a de Luís Filipe Menezes, e as coisas estão trocadas; a entrevista política é a de Ricardo Araújo Pereira, para rir, a de Menezes!
 
Chegar atrasado por imperativos de última hora não é bom começo para uma entrevista, mas quando o imperativo de última hora que motiva o atraso é o aniversário do filho, é muuuito mau! Há quantos anos, os anos do filho se comemoram neste dia para serem imperativo de última hora?!
 
Desmantelar o Estado em 6 meses, além de profundamente idiota é extremamente moroso; qualquer anarca-okupa, daqueles que estão no Chiado a fazer malabarismos no meio da rua, se lhe derem oportunidade, faz o serviço para aí num mês; no máximo.
 
Quero ser como Sarkozy”; para mim o melhor gag da entrevista. Aqui há uns tempos Sarkozy andou para aí a dizer que Sócrates era para ele  um exemplo ao nível a governação, da coragem e do ímpeto reformista. Agora este quer copiar Sócrates através de Sarkozy! Não sei porquê, assim de repente lembrei-me do refrão de Impressões Digitais dos GNR:
 
Sinto-me uma fotocópia prefiro o original / Edição revista e aumentada / cordão umbilical / Exclusivo a morder a página em papel jornal
 
 

Fim-de-semana

por josé simões, em 23.12.07

 

Este fim-de-semana foi assim.

Blue Christmas / Santa Claus Is Back In Town - Elvis Presley

(Vinyl 7")

 

O verdadeiro artista (XXVIII)

por josé simões, em 22.12.07

 

“As pessoas que defendem o referendo são as que estão contra a Europa”
 
Miranda Calha, coordenador autárquico do PS
(Aqui)
 
 

Porque hoje é sábado

por josé simões, em 22.12.07

 

Homes au marché de Brick Lane dans le East End -1956
Londres
 
Frank Horvat