Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| "E venceram"

por josé simões, em 26.06.12

 

 

 

Escreve na André Biss, na dedicatória que antecede as quase 400 páginas do livro onde relata os dias das negociações entre a Waada, Adolf Eichmann, e um Himmler já a tentar salvar a pele e a abandonar o barco nazi, e que levaram ao salvamento da solução final de um milhão de judeus do Ghetto de Budapeste:

 

«Aos meus amigos Otto Komoly, Rezso Kastner e Szulem Offenbach, a todos os heróis da Comissão de Assistência Judaica de Budapeste, mortos em combate.

A despeito da indiferença daqueles que viviam ao abrigo do perigo, a despeito da traição que dizimava suas fileiras, a despeito da ameaça que, do exterior, pesava de contínuo sobre eles, tiveram a audácia de lutar para salvamento dos últimos sobreviventes do seu povo votado ao aniquilamento completo. E venceram. A história fará justiça à sua vitória e a gravará para sempre na memória das gerações vindouras.»

 

A história está, por ora, suspensa na Hungria.