Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| Liberdade Democracia Socialismo (Se vivermos até lá)

por josé simões, em 07.03.11

 

 

 

 

 

No dia em que o PCP -  enche praças e avenidas com milhares em defesa das “amplas liberdades democráticas” e do “25 de Abril sempre!” e em protesto contra isto e contra aquilo e contra tudo o que mexa à face da Terra - comemorava 90 anos, o partido amigo e irmão, e que se pode definir «como uma força «progressista e africana» [e que se esforça para] corrigir erros, para corrigir situações, [uma] grande frente nacional patriótica» no poder há 32 anos, quase tantos quantos os que o PCP anda nas ruas a protestar, ordena a detenção de 20 pessoas que se preparavam para fazer o que o PCP faz em Portugal com a maior das naturalidades: protestar.

 

Brigadeiro Mata Frakuzk: «E porque é que tem de ser assim? E porquê que falar deles tem de ser ameaça de vida?»

 

Adenda: Parabéns, muito bom cartaz. Em matéria de agit-prop o PCP não brinca em serviço.