Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| A defesa da honra

por josé simões, em 05.11.09

 

 

 

Um quis “defender a honra” por ter visto resumido o seu trajecto político a “de educador da classe operária a educador da classe política” e por ter sido avisado que “a Assembleia da República não é a Quadratura do Círculo”. E lá defendeu.

 

Outro, ao retardador, também pediu para “defender a honra” não se sabe se por “erro de simpatia” se por reflexo condicionado, e não se chegou a saber bem de quem uma vez que o presidente martelou na bancada para o almoço. Seria a honra do camarada em part-time vitalício lá na tal da Quadratura do Círculo?

 

Com tanta "defesa da honra" o Parlamento mais parece uma casa de putas.

 

 

 

1 comentário

Comentar post