Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

A traição de Munique vs. a traição de Moscovo

por josé simões, em 14.11.18

 

MolotovRibbentropStalin.jpg

 

 

Dão-se alvíssaras a quem encontrar nas páginas do Avante! escritos críticos e assinalar de efemérides sobre o Pacto Molotov- Ribbentrop que dividiu a Polónia entre a Alemanha nazi a a Rússia dos Sovietes e a Lituânia, Letónia, Estónia, Finlândia e Roménia, em esferas de influência alemãs e soviéticas.

 

"No final de Setembro de 1938, Adolf Hitler, Neville Chamberlain, Édouard Daladier e Benito Mussolini (líderes da Alemanha, Reino Unido, França e Itália) assinaram o Acordo de Munique, que a História recorda como traição de Munique."

 

A traição de Munique escancarou as portas a Hitler

 

Uma ano depois a assinatura do "Tratado de Não Agressão entre a Alemanha e a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas" foi, de certeza, para as fechar.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Vamos repetir todos em uníssono

por josé simões, em 14.11.18

 

 

 

Vamos todos repetir em uníssono com os apóstolos e escudeiros da direita radical de plantão ás redes sociais e com avenças nas televisões do pensamento único dominante que o aumento do Salário Mínimo Nacional é mau para os pobres e as convenções laborais são prejudiciais ás empresas e à economia.

 

"A redução do peso do salário mínimo no total dos trabalhadores por conta de outrem pode ter várias explicações e uma delas tem a ver com o facto de mais de metade (51%) das convenções colectivas com alteração de tabela salarial publicadas entre o primeiro e o terceiro trimestres de 2018 fixarem salários mínimos superiores a 580 euros."

 

Salário mínimo perde peso no mercado de trabalho

 

 

 

 

Operation InfeKtion

por josé simões, em 13.11.18

 

 

 

"Russia’s meddling in the United States’ elections is not a hoax. It’s the culmination of Moscow’s decades-long campaign to tear the West apart. “Operation InfeKtion” reveals the ways in which one of the Soviets’ central tactics — the promulgation of lies about America — continues today, from Pizzagate to George Soros conspiracies. Meet the KGB spies who conceived this virus and the American truth squads who tried — and are still trying — to fight it. Countries from Pakistan to Mexico are now debating reality, and in Vladimir Putin’s greatest triumph, Americans are using Russia’s playbook against one another without the faintest clue."

 

This is a three-part film series

 

 

 

 

In Memoriam

por josé simões, em 12.11.18

 

Stan Lee.jpg

 

 

Stan Lee

 

1922 - 2018

 

 

 

 

Descubra as diferenças

por josé simões, em 12.11.18

 

das neves.jpg

 

 

João César das Neves, autor do livro As Figuras do Presépio e professor na Universidade Católica.

 

 

 

 

stiglitz.jpg

 

 

Joseph Stiglitz, ex-presidente do Conselho de Assessores Económicos [Council of Economic Advisers] de Bill Clinton, Vice-Presidente Sénior para Políticas de Desenvolvimento do Banco Mundial, Prémio Nobel da Economia.

 

[Via]

 

 

 

 

Da série "Grandes Primeiras Páginas"

por josé simões, em 11.11.18

 

the new yorker (2).jpg

 

 

Antes e depois das eleições de 6 de Novembro, o Congresso dos Estados Unidos na capa da The New Yorker.

 

 

 

 

Fim-de-semana

por josé simões, em 11.11.18

 

gac vozes na luta.jpg

 

 

Este fim-de-semana foi assim.

 

Alerta! ~ GAC - Vozes na Luta

 

[7" vinyl]

 

 

 

 

Na 11.a hora do 11.o dia do 11.o mês

por josé simões, em 11.11.18

 

poppy.png

 

 

In Flanders fields the poppies blow
Between the crosses, row on row,
That mark our place; and in the sky
The larks, still bravely singing, fly
Scarce heard amid the guns below.

 

We are the Dead. Short days ago
We lived, felt dawn, saw sunset glow,
Loved and were loved, and now we lie
In Flanders fields.

 

Take up our quarrel with the foe:
To you from failing hands we throw
The torch; be yours to hold it high.
If ye break faith with us who die
We shall not sleep, though poppies grow
In Flanders fields.

 

 

[Imagem]

 

 

 

 

Relatório e Contas. Resumo da Semana

por josé simões, em 10.11.18

 

douglas gordon.jpg

 

 

[Douglas Gordon]

 

 

 

 

Porque hoje é sábado

por josé simões, em 10.11.18

 

Manchester 1966 Shirley Baker.jpg

 

 

Manchester 1966

 

Shirley Baker

 

 

 

 

"Today is the 80th anniversary of #Kristallnacht"

por josé simões, em 09.11.18

 

"A personal story: My grandfather fought in WWII. He never spoke about it, so we didnt know much about his time in the service, but based on the patches on his uniform, we think he did something in intel."

 

"The next part takes place two years ago. He died, and I'm cleaning out his house with my mom and sister. We find a photo album. When I open it, I feel like it might burn a hole in my hands."

 

"The first few pages have pictures of Jewish homes being ransacked; people are in robes and pajamas. Several are bleeding."

 

 

1 (31).jpg

 

 

2 (30).jpg

 

 

3 (27).jpg

 

 

4 (24).jpg

 

 

"Here, some jolly Nazis stealing Jewish holy books, later to be burned."

 

 

1 (32).jpg

 

 

1 (33).jpg

 

 

2 (31).jpg

 

 

3 (28).jpg

 

 

4 (25).jpg

 

 

"Now we move on to the stores:"

 

 

1 (34).jpg

 

 

2 (32).jpg

 

 

3 (29).jpg

 

 

4 (26).jpg

 

 

"The next section is like a gut-punch. They enter a synagogue, overturn everything. You can see prayer shawls strewn everywhere."

 

 

1 (35).jpg

 

 

2 (33).jpg

 

 

3 (30).jpg

 

 

4 (28).jpg

 

 

"Then they get to the holy ark, and pry it open to steal the silver and burn the Torah. At this point I feel tears welling up in my eyes."

 

 

1 (36).jpg

 

 

2 (34).jpg

 

 

"Then they pour accelerant, and set the whole thing ablaze. I had never before seen pictures of a shul on fire from the inside."

 

 

1 (37).jpg

 

 

2 (35).jpg

 

 

3 (31).jpg

 

 

4 (29).jpg

 

 

"At this point, I take out some of the pictures and turn them over. This is what I find: November 10, 1938. Nuremburg. A shiver goes through me. When I google the names, I find they were Nazi photojournalists."

 

 

1 (38).jpg

 

 

2 (36).jpg

 

 

"These are behind-the-scenes pics of happy Nazis on a rampage, presumably on Kristallnacht. What they were doing was COMPLETELY LEGAL."

 

"You tell us "never again." I'm not so sure. #Kristallnacht #kristallnacht80"

 

"For those who have asked, I forgot to add: we have NO idea how he came to own these."

 

[Elisheva Avital no Twitter]

 

 

 

 

"Um bando de virgens ofendidas"

por josé simões, em 09.11.18

 

prostituta.jpg

 

 

O bode expiatório e a falta de respeito pelo cargo para o qual se foi eleito e pela inteligência dos eleitores.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

80 anos

por josé simões, em 09.11.18

 

Kristallnacht.jpg

 

 

Cerca de 100 mortos, 30 000 detenções, mais de 1 000 sinagogas incendiadas, mais de 7 000 lojas destruídas ou seriamente danificadas. Foi assim que tudo começou.

 

 

 

 

Há aqui um padrão

por josé simões, em 08.11.18

 

The other side of the red carpet.jpg

 

 

No início do Twitter, Pedro Duarte, deputado do PSD, durante o debate do programa "Prós e Contras" na RTP sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo diz uma quantidade de barbaridades, algumas a envolverem Isabel Moreira. No dia seguinte, depois de cair na real e de tomar consciência da merda que tinha feito, alegou que a sua conta tinha sido hackeada. Não foi ele, fui um homofóbico qualquer, se calhar um hacker russo.

 

Esta semana, ontem, hoje, Novembro de 2018, José Silvano, deputado, secretário-geral do PSD, transmontano moralmente superior e sem medo de nada, homem honrado, dotado da omnipresença e do condão de meter o líder do partido a que pertence a falar alemão para a imprensa portuguesa, um dia depois de ter assinado a folha de presença da Comissão de Ética da Assembleia da República e de se ter posto ao fresco logo de seguida [é permitido pelo "regulamento], exige que a Procuradoria-geral da República investigue, esclareça e ponha em pratos limpos, como e porque é que alguém se deu ao trabalho de picar o ponto por si na Assembleia da República, para a qual foi eleito pelos cidadãos e pela qual é pago pelos contribuintes, aqueles que durante 4 anos viram o horário de trabalho aumentado, os feriados eliminados, os dias de férias reduzidos e instados, pelo partido a que pertence, a trabalharem mais horas por metade do preço em nome da criação de riqueza e do crescimento económico do país.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

A boca cheia de bolo-rei

por josé simões, em 08.11.18

 

 

 

Quando confrontado pelos jornalistas com os desenvolvimentos sobre o caso José Silvano, deputado e secretário-geral do PSD, Rui Rio reponde em alemão.