Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

||| War, What is it good for? Absolutely nothing [6]

por josé simões, em 26.02.15

 

Donetsk airport.jpg

 

Donetsk airport 2.jpg

 

Donetsk airport 3.jpg

 

 

[Aqui]

 

 

 

 

 

 

||| Adivinhem quem ganhou

por josé simões, em 13.02.15

 

twitter der terrorist.jpg

 

putin merkel hollande.jpg

 

 

Algumas horas depois de ter tido a minha conta no 'tuita' em destaque no telejornal da TVI 24, também pelo 'tuita' encontro a imagem que podia muito bem ilustrar o que tinha escrito. Coitados dos ucranianos, anónimos, o povo, que só quer ter uma vida descansada.

 

 

 

 

 

||| War, What is it good for? Absolutely nothing [3]

por josé simões, em 15.10.14

 

Anatolii Boiko-AFP-Getty Images.jpg

 

 

«A woman stands in front of a Ukrainian tank at a checkpoint near Mayorovo in Donetsk on October 1, 2014. Ten civilians died in attacks in Ukraine's rebel-held city of Donetsk on October 1, including an incident where a shell hit a school on the first day of class, regional authorities said, blaming pro-Russian rebels. (Anatolii Boiko/AFP/Getty Images)»


What is it good for?
Absolutely nothing, say it again y'all

 

 

 

 

||| O ovo no cu da galinha

por josé simões, em 29.09.14

 

 

 

Cavaco Silva, O Avisador, avisa que «Portugal pode ser uma das portas de entrada para uma solução alternativa» no fornecimento de gás à Ucrânia e à Europa de leste, dependente da Rússia e do saudosismo soviético de Vladimir Putin.

 

Se as "primaveras árabes" não passarem disso mesmo, de meets de primavera em alguns países árabes.

Se o califado morrer onde nasceu, com a ajuda dos aviões dos amaricanos, dos bifes e dos países árabes, que financiam o califado, que tratam as mulheres abaixo de cão, mas que têm mulheres aos comandos dos éfes, vendidos pelas amaricanos, a bombardear o califado de cara destapada, para o ocidental, no sofá de pantufas, ver na televisão.

 

Allahu Akbar.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

||| War, What is it good for? Absolutely nothing

por josé simões, em 27.09.14

 

 

 

[A Ukrainian serviceman wearing a mask on an armored personnel carrier in a suburb of the eastern town Debaltseve in the region of Donetsk on September 23, 2014. Anatolii Stepanov/AFP/Getty Images]

 

What is it good for?
Absolutely nothing, say it again y'all

 

 

 

 

 

 

 

||| O pelourinho

por josé simões, em 26.08.14

 

 

 

"She kills our children"

 

[Na imagem o pelourinho de Setúbal]

 

 

 

 

 

 

||| Rewind/ Fast Forward buttons

por josé simões, em 18.04.14

 

 

 

Quando as bandeiras e os estandartes começaram a aparecer nas barricadas na Praça da Independência em Kiev, a comunicação social, por ignorância ou porque sim, olhou para o lado, ignorou e focou câmaras e apontou microfones nos “combatentes da liberdade”, que até queriam ser europeus como nós. Foi uma alegria e demos todos muitas vivas, aqui, deste lado de cá:

 

«In a chilling echo of the Holocaust, Jews are 'ordered to register and list property' in east Ukraine after pro-Russian militants take over government buildings»

 

 

 

 

 

 

 

||| Europa, século XXI

por josé simões, em 17.04.14

 

 

||| Da série "Grandes Primeiras Páginas"

por josé simões, em 01.04.14

 

 

 

A capa da The Economist

 

 

 

 

 

 

||| Crimeia

por josé simões, em 18.03.14

 

 

 

"será sempre uma parte inseparável da Rússia", afirma Putin

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

||| Descontando os tártaros, coitadinhos deles, temos pena, paz à sua alma

por josé simões, em 17.03.14

 

 

 

Assunto arrumado? «Gorbachov diz que referendo na Crimeia "corrigiu erro histórico"». E não adianta muito, não adianta nada, o "porque" e o "se", a História não tem botões rewind nem corrector do Word, as coisas são como são, são como foram, não há volta a dar-lhe, e há o Artigo 7.º. 3 da Constituição da República Portuguesa, que não tem nenhuma alínea "ah e tal" nem se compadece com "mas".

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

||| Crimeia, 16 de Março de 2014

por josé simões, em 16.03.14

 

 

 

 

 

[Aqui]

 

 

 

||| Da série "Grandes Primeiras Páginas"

por josé simões, em 11.03.14

 

 

 

A capa da The Economist

 

 

 

 

 

 

||| Two Tribes

por josé simões, em 04.03.14

 

 

 

E, como já estamos no século XXI e já somos todos crescidinhos com as lições da História, que tal deixarmos de lidar com a questão em modo Frankie Goes To Hollywood, Two Tribes lyrics – "When two tribes go to war, a point is all that you can score", de dividir o mundo entre os bons e os maus, estar com um pé atrás com tudo o que vem ou possa vir da Mãe-Rússia imperial, saudosa do império perdido com a implosão da União Soviética, de andar com os dois pés atrás, e a reboque, da Alemanha do lebensraum, e onde não cabe a Europa toda, de estar de braços abertos à espera que venha o amigo amaricano fazer prova de vida fardado de polícia do mundo, e perguntar à parte interessada, os cidadãos da Crimeia, da Crimeia que já anda em bolandas há mais de 300 anos, o que é que querem fazer da vida deles, como consta no Artigo 7.º, Relações Internacionais, 3. "Portugal reconhece o direito dos povos à autodeterminação e independência e ao desenvolvimento, bem como o direito à insurreição contra todas as formas de opressão", e com isto encostar todas as partes interessadas, e menos interessadas, à parede e, em menos de um fósforo, descobrir quem está e quem não está de boa-fé?

 

 

 

 

 

 

||| Noite dos Óscares

por josé simões, em 02.03.14