Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

"Tourada em honra de Nossa Senhora de Fátima"

por josé simões, em 05.08.17

 

mãos postas.jpg

 

 

"Por lo tanto, Nos, considerando que esos espectáculos en que se corren toros y fieras en el circo o en la plaza pública no tienen nada que ver con la piedad y caridad cristiana, y queriendo abolir tales espectáculos cruentos y vergonzosos, propios no de hombres sino del demonio, y proveer a la salvación de las almas, en la medida de nuestras posibilidades con la ayuda de Dios, prohibimos terminantemente por esta nuestra Constitución, que estará vigente perpetuamente, bajo pena de excomunión y de anatema en que se incurrirá por el hecho mismo (ipso facto), que todos y cada uno de los príncipes cristianos, cualquiera que sea la dignidad de que estén revestidos, sea eclesiástica o civil, incluso imperial o real o de cualquier otra clase, cualquiera que sea el nombre con el que se los designe o cualquiera que sea su comunidad o estado, permitan la celebración de esos espectáculos en que se corren toros y otras fieras es sus provincias, ciudades, territorios, plazas fuertes, y lugares donde se lleven a cabo."

 

 

 San Pío V: Bula «DE SALUTIS GREGIS DOMINICI»

 

Lusodescendente morto num clube português no Idaho, EUA

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

|| Como diz a "outra": "Eu hoje acordei assim"

por josé simões, em 29.07.10

 

 

 

 

 

Comunismo e touradas

por josé simões, em 30.11.08

 

Na tourada portuguesa (com excepção daqueles rituais pagãos em Barrancos e Monsaraz), o touro é farpeado, capeado, leva com os forcados em cima e depois entram as chocas e bye-bye venha outro.

 

Na tourada espanhola o touro vai à Sorte de Varas, pode ou não passar pelo Rejoneador, mas da lide a pé ninguém o livra, assim como da estocada final e de sair de rastos, atado pelos cornos e puxado por duas mulas – às vezes sem as orelhas e o rabo…

Os aficionados dizem que morre “com nobreza”.

 

Quer na tourada portuguesa, quer na tourada espanhola, volta e meia há uma excepção à regra quando touro consegue colher o cavaleiro ou o matador.

Quer na tourada portuguesa, que na tourada espanhola o touro tem sempre o destino traçado. É mais rápido em Espanha e com menos sofrimento. Uma questão de culturas, eles também são mais lestos a fazer as (outras) coisas e nós temos o Fado.

 

Têm o destino traçado? Isto é uma gafe ou um prognóstico?

 

'Onde os touros vêm lutar pela vida, apresentam-se os nossos delegados a lutar pela terra'

 

(Foto roubada no Chicago Tribune (!))