Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

CLAP CLAP CLAP

por josé simões, em 17.03.17

 

 

 

O que foi feito por uma das famílias - e quase 50 anos depois do 25 de Abril de 74 voltámos a falar de "famílias" em Portugal, beneficiarias do delapidar do património público comum às mãos de quase 5 anos de Governo da direita radical - PSD/ CDS, que se alçou ao poder com o extermínio das fundações, sorvedouros-de-dinheiros-públicos, como um dos pilares alfa-ómega do "programa" de Governo, foi criar uma.... fundação. CLAP, CLAP, CLAP.

 

 

 

 

 

||| "Venha ao Pingo Doce de Janeiro a Janeiro"

por josé simões, em 24.06.15

 

 

 

O Oceanário de Lisboa, construído com o dinheiro dos contribuintes, que só no ano de 2014 gerou lucros 1, 49 milhões de euros foi emprestado por 30 anos ao Pingo Doce a troco de 24 milhões de euros pelo Governo que na proposta de Orçamento do Estado para 2015 previa receitas de 40 milhões de euros com a sua concessão. É fazer as contas.


"Venha ao Pingo Doce de Janeiro a Janeiro, os preços são sempre baixos o ano inteiro, lai-lai-lai".

 

 

 

 

||| "Não me importo de perder a minha soberania se, em troca, me derem alguma coisa melhor" [1]

por josé simões, em 28.01.14

 

 

 

«A Sociedade Francisco Manuel dos Santos SGPS foi a empresa privada que recebeu mais benefícios fiscais relativos ao ano fiscal de 2012, com 79,9 milhões de euros.

 

A Sociedade Francisco Manuel dos Santos SGPS era a holding que, até ao início de 2012, concentrava as acções através das quais a família Soares dos Santos controla empresas como o Pingo Doce, via Jerónimo Martins. No entanto, em Janeiro desse ano, passou as acções para uma holding com o mesmo nome, com sede na Holanda»

 

"não é com Grândola, Vila Morena" que se resolvem os problemas" [2]

 

[Imagem]

 

 

[1] – Alexandre Soares dos Santos em entrevista aos Jornal de Negócios

[2] – Alexandre Soares dos Santos durante a apresentação de resultados do grupo Jerónimo Martins

 

 

 

 

 

 

 

|| "Nós temos é que olhar para nós e perguntar o que é que eu posso fazer pelo meu país… e isto não está a ser feito" [*]

por josé simões, em 02.01.12

 

 

 

Como no futebol, sou do Portugal desde pequenino.

 

[*] A partir do minuto 15:04