Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Um fim-de-semana em beleza

por josé simões, em 16.07.17

 

no surfing.jpg

 

 

   - Aquilo é o Monte do Tempo, o local da "Pedra do Sacrifício", o Templo de David e Salomão, de Salomão o Rei dos Judeus, os judeus do judaísmo, a religião monoteísta mais antiga do mundo, e aparece um imbecil com a cabeça enrolada em trapos e com tempo de antena global nas televisões de todo o mundo a falar em "potência ocupante".

 

   - Pedro Passos Coelho, que foi a Pedrógão Grande ainda o fumo saía das brasas do incêndio e que logo aproveitou a tournée para anunciar urbi et orbi o suicídio de cidadãos anónimos movidos pelo desespero e pelo abandono a que foram votados pelo Governo socialista, vem agora bramar para as televisões contra o "aproveitamento político" e o indecoro que é a presença na região dos ministros do Governo socialista no exercício da função para a qual foram investidos, serem ministros e resolverem os problemas das pessoas.

 

Um fim-de-semana em beleza.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Depois não digam que não foram avisados

por josé simões, em 06.06.17

 

Three women share a bench in Glasgow during a vigi

 

 

Pelo telefone entra o líder do Centro Islâmico do Bangladesh de Lisboa em directo no Opinião Pública da SIC Notícias em defesa da nova-futura mesquita da Mouraria invocando, entre outra argumentação, o direito histórico, no nome do bairro, daquilo que já foi deles, daquilo que é deles outra vez, como se ainda estivéssemos no tempo da espadeirada, do espalhar a fé pela jihad, do cortar a cabeça aos infiéis, do eles contra nós, do Estado religioso, de zonas na cidade demarcadas pela confissão religiosa, minutos depois de uma proprietária de loja, na rua da actual mesquita, ter dito "são boas pessoas, tenho é de estar sempre a ralhar com eles por andarem sempre de volta dos rapazes que jogam à bola na rua", a doutrinar. Depois não digam que não foram avisados.

 

[Na imagem "Three women share a bench in Glasgow during a vigil for victims of the London bombings", autor desconhecido]

 

 

 

 

Cara de Papa

por josé simões, em 12.05.17

 

cerelac.JPG

 

 

"...porque é um Papa de que toda a gente gosta e porque realmente tem cara de Papa"

 

Teen entrevistada no santuário de Fátima depois de Francisco, Papa, ter passado pelo meio da multidão.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

Da miséria humana

por josé simões, em 11.05.17

 

Fátima.jpg

 

Fátima.jpg

 

 

 

[Aqui]

 

 

 

 

Verdade alternativa

por josé simões, em 27.04.17

 

FAKE NEWS.jpg

 

 

O aspecto mais curioso, chamemos-lhe assim, do argumentário justificativo da tolerância de ponto dada aos funcionários públicos aquando da visita de Francisco, Papa, a Fátima, ou à cova Deiria, como dizem as televisões, argumentário comum ao Governo, aos partidos da 'Geringonça' e à direita radical beata, uma verdadeira 'união nacional', prende-se com o facto de "muitos portugueses manifestarem interesse em se deslocarem ao santuário", por coincidência, e só por coincidência, todos funcionários públicos, que no Estado laico o sector privado não tem tempo para terços nem se governa com Pais-Nossos e Avé-Marias.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

Caladinhos

por josé simões, em 27.04.17

 

Jeans-Marie.jpg

 

 

Em nome da Função Pública e com a benção dos partidos da 'Geringonça', ateus-agnósticos-jacobinos-laicos e religiosamente multi coloridos mas com a base eleitoral de apoio à sombra do Estado.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

O Presidente nos 107 anos da República do Estado laico

por josé simões, em 25.04.17

 

 

 

 

 

 

O embuste do século aos olhos de uma criança

por josé simões, em 10.03.17

 

pastorinhos.jpg

 

 

Crescemos todos a ouvir a avó Ilda, que nasceu era D. Manuel II El Rei de Portugal e morreu com Jorge Sampaio na Presidência da República, contar como foi ir de Setúbal a Fátima, ela e os irmãos, de charrete com os pais, estradas só de nome, dormir ao relento onde os cavalos pediam e lá, na Cova de Iria, e depois toda a gente a olhar para o ar no dia do "Milagre do Sol", ela também, e jurar a pés juntos não ter visto nada nem sequer ter percebido o porquê de estar toda a gente a olhar para cima. Valeu pela aventura da viagem. Lembrei-me a propósito do insólito no Diário de Notícias.

 

 

 

 

Uma vida inteira a dar a cara por embustes

por josé simões, em 05.03.17

 

 

 

 

 

 

O Meu Livro da Terceira Classe

por josé simões, em 04.02.17

 

 

 

107 anos de República no Estado laico e 40 anos de Constituição democrática, revista e com os poderes presidenciais definidos e consagrados:

 

é do mais elementar bom senso não receber o Papa com a sociedade portuguesa a discutir a eutanásia

 

 

 

 

 

E agora ninguém se ri

por josé simões, em 30.01.17

 

saudi arabia wall.png

 

 

O maior financiador e exportador mundial de terroristas e de terrorismo:

 

Revealed: Saudi Arabia's 'Great Wall' to keep out Isil

 

 

 

O Mal

por josé simões, em 13.09.16

 

ISIS.jpg

 

 

ISIS_.jpg

 

 

"At one point in the film, an executioner wearing a white outfit carries two prisoners on each arm through the slaughter house before slitting their throats over a metal grate where, normally, the blood of slaughtered animals would drain away.


Graphic footage also shows them hanging upside down by their feet from meat hooks with their throats cut while others awaiting execution are hoisted up in the same position."


Eid al-Adha, a Festa do Sacrifício

 

 

 

 

 

Hollywood liberta

por josé simões, em 30.07.16

 

Papa Francisco Auschwitz.jpg

 

 

O Papa foi sozinho a Auschwitz? Não.
O Papa chegou sozinho Auschwitz? Não.
O Papa estava sozinho em  Auschwitz? Não.


Chegou um magote de gente, comitiva, representantes oficiais, representantes do Governo polaco, a comunicação social, fotógrafos, bajuladores vários e emplastros diversos, com o Papa lá no meio. Passaram todos para o outro lado. Passou depois o Papa, fotografado visto de baixo, visto de cima, visto dos lados, filmado de todos os ângulos possíveis e imaginados por câmaras previamente instaladas em braços de gruas e em drones. Não se lembraram de o fazer no Inverno, um Papa todo de branco num campo de extermínio coberto de neve, o efeito visual ainda era infinitamente maior.


Bardamerda para o Vatiwood [Vaticano + Hollywood] rodado no "cu do mundo" e na falta de respeito pela memória de um milhão e trezentos mil mortos.


[Imagem]

 

 

 

 

Guardar

Guardar

1844 – 2016

por josé simões, em 26.07.16

 

marx.jpg

 

 

A religião é o ópio do povo


Crítica da Filosofia do Direito de Hegel, Karl Marx

 

 

 

 

Um caminho perigoso

por josé simões, em 18.07.16

 

Seth – Range Ta Chabre @ Teatro India (999 Conte

 

 

Um paineleiro-comentadeiro na televisão do militante n.º 1 afirmava, mais ponto menos vírgula, que todos os terroristas [islâmicos, para o caso] são pessoas desequilibradas, com problemas psicológicos que os levam a enveredar pelo terrorismo. É um caminho perigoso o desta análise. Perigoso porque segue na linha politicamente correcta dominante de desculpabilizar uma religião dividindo-a entre os verdadeiros e os falsos seguidores, de esconder a relação entre terrorismo e islamismo; perigoso porque, verdadeiros ou falsos, rezam a Deus antes de cometerem as maiores das maiores barbaridades enquanto gritam o Seu nome, o que, em última instância, nos leva inevitavelmente ao "todos os crentes numa entidade omnipotente, omnisciente e omnipresente, são terroristas em potência".


[Imagem]