Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Da democracia em Angola

por josé simões, em 12.07.17

 

angola-2017.jpg

 

 

O Estado de direito, a separação de poderes, a independência da Comissão Nacional de Eleições ou, como diz o outro, o MPLA, o "partido irmão".

 

[Via]

 

 

 

 

||| Uma associação de malfeitores

por josé simões, em 28.03.16

 

julgamento activistas angolanos.jpg

 

 

Uma associação de malfeitores, que está à frente dos destinos de Angola há quase tanto tempo quanto o tempo que durou a guerra de libertação do colonialismo português, condenou, num julgamento político, 17 concidadãos a uma pena de prisão pelo crime de ousarem pensar pela sua própria cabeça e de o dizerem e partilharem com outros seus semelhantes. O que já foi um movimento de luta contra a opressão e a injustiça – o MPLA, transformado naquilo contra o que sempre lutou e que esteve na génese da sua criação.


[Imagem]

 

 

 

 

||| Neocolonialismo

por josé simões, em 26.10.15

 

agostinho neto.jpg

 

 

Neocolonialismo: Quando o herói da luta contra a opressão colonial e pela independência se torna ele próprio no algoz dos seus compatriotas de forma ainda mais violenta e cruel que a ex-potência colonial que invoca para justificar a opressão que exerce sobre o seu próprio povo.


"Eles acham que Angola até hoje é escravo, que nós somos escravos de Portugal (...) não podemos ser ouvidos e que Portugal é que manda, que Portugal é que diz e que Portugal é que faz. Os portugueses têm que saber que Angola é um Estado soberano"


[Imagem]

 

 

 

 

||| Um canalha. Um sabujo

por josé simões, em 20.10.15

 

pcp_torre_belém.jpg

 

 

Eu sou pela liberdade de expressão, mas...
Eu sou pela liberdade de manifestação, mas...
Eu sou pela liberdade de reunião, mas...

Eu sou pela liberdade de associação, mas...
Eu sou pelos direitos humanos, mas...
Eu até sofro pelos que sofrem por causa dos actos irresponsáveis e irreflectidos dos outros.


Mas, mas, mas. Um canalha. Um Sabujo.


[Imagem]

 

 

 

 

||| Luaty Beirão, Angola 2015

por josé simões, em 19.10.15

 

luaty beirão.png

 

 

josé eduardo dos santos.png

 

 

Não, Angola prisão não é no Louisiana.


[Imagens de André Carrilho]

 

 

 

 

 

||| "Haja pudor e decência"

por josé simões, em 13.10.15

 

luaty beirão.jpg

 

 

«Haja pudor e decência», pediu Portas, criticando os que, este domingo, vão receber o presidente de Angola como se fosse um democrata, [...] e não dirigisse um país onde os dirigentes gozam de opulência, luxo e riqueza enquanto o povo está entregue à fome e à miséria».


«O líder do CDS-PP frisou ainda que Portugal deve estar na Europa de uma forma moderada, [...] e quanto a África isenção e trabalho pela paz e, nunca por nunca, subserviência seja a quem for».

 

 


[Concentração de apoio a luso-angolano detido agendado para quarta-feira]

 

 

 

 

|| O mural, numa casa abandonada de Luanda, explica tudo na perfeição

por josé simões, em 31.01.13

 

 

 

Diz que estes senhores lutaram, e deram a vida, contra a opressão, pela liberdade e pela justiça e pelos Direitos Humanos.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Neocolonialismo

por josé simões, em 23.01.13

 

 

|| Da série "Coisas Verdadeiramente Surpreendentes"

por josé simões, em 02.09.12

 

 

|| Da Democracia em Angola

por josé simões, em 16.07.12

 

 

 

«Esta Repartição vem através desta, convocar a todos os professores e alunos desta escola a fazerem parte de uma marcha em apoio a candidatura de José Eduardo dos Santos a presidente da República nas eleições de 2012, no dia 23 do mês de Junho do ano em curso pelas 07 horas no campo do SATEC.

 

OBS: Ausência dos professores e alunos, aplicar-se-á sanções disciplinares de acordo a lei em vigor»

 

 

Desculpem que mal pergunte mas o MPLA, nos intervalos de receber Jerónimo de Sousa e o PCP, tem assento na Internacional Socialista, certo?

 

[Via Google Plus]

 

 

 

 

 

 

 

|| Progressive Politics For A Fairer World [*]

por josé simões, em 03.12.11

 

 

|| …E o MPLA continua na Internacional Socialista…

por josé simões, em 03.08.11

 

 

 

Lembrei-me disto depois de ontem ter visto João Soares, brother in arms do carniceiro-racista Jonas Savimbi, todo empertigado no telejornal da SIC ‘Mário Crespo’ Notícias com os negócios da filha de José Eduardo dos Santos em Portugal e com os anos que o dito leva no poder.

 

 

 

 

 

 

|| Liberdade Democracia Socialismo (Se vivermos até lá)

por josé simões, em 07.03.11

 

 

 

 

 

No dia em que o PCP -  enche praças e avenidas com milhares em defesa das “amplas liberdades democráticas” e do “25 de Abril sempre!” e em protesto contra isto e contra aquilo e contra tudo o que mexa à face da Terra - comemorava 90 anos, o partido amigo e irmão, e que se pode definir «como uma força «progressista e africana» [e que se esforça para] corrigir erros, para corrigir situações, [uma] grande frente nacional patriótica» no poder há 32 anos, quase tantos quantos os que o PCP anda nas ruas a protestar, ordena a detenção de 20 pessoas que se preparavam para fazer o que o PCP faz em Portugal com a maior das naturalidades: protestar.

 

Brigadeiro Mata Frakuzk: «E porque é que tem de ser assim? E porquê que falar deles tem de ser ameaça de vida?»

 

Adenda: Parabéns, muito bom cartaz. Em matéria de agit-prop o PCP não brinca em serviço.

 

 

 

 

 

 

 

|| O Príncipe Perfeito

por josé simões, em 25.01.10

 

 

«Mais extraordinário é perceber como um regime totalitário consegue exportar o medo. Não já o medo de ir para a cadeia, é claro; ou o medo de ser assassinado na via pública durante um suposto assalto. Trata-se agora do medo de perder um bom negócio. Do medo de ofender um cliente importante.

Ver dirigentes políticos portugueses, de vários quadrantes ideológicos, a defenderem certas posições do regime angolano com a veemência de jovens aspirantes ao Comité Central do MPLA seria apenas ridículo, não fosse trágico.

Alguns deles, curiosamente, são os mesmos que ainda há poucos anos iam fazer piqueniques a essa espécie de alegre Disneylândia edificada pela UNITA no Sudeste de Angola, a Jamba, vestidos à Coronel Tapioca, e que apareciam em toda a parte a anunciar Jonas Savimbi como o libertador de Angola.»

 

(Na integra)