Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Não aprendemos nada

por josé simões, em 16.05.17

 

Tomkins-Gold-Toilet.jpg

 

 

Veio o Salvador Sobral e disse que a música não é fogo de artifício. E vieram logo os músicos e os críticos todos analisar a simplicidade da música quase minimal ignorando que o rapaz cantou uma versão jazzy de um tema jazz, adiante. E acrescentaram todos os outros de plantão às televisões e aos jornais para estas ocasiões, e para as outras que não têm nada a ver com estas, o despojamento do personagem, numa ilha em forma de palco, sem ter ido à cabeleireira e à manicura e com uma roupa sem grife, se calhar do comércio justo, e sem o barulho das luzes e das máquinas de fazer fumos. Prontes, aqui estava o segredo, o 4.º segredo da Eurovisão, as pessoas estavam  estão fartas de rococós, se calhar educadas pela austeridade que varre a Europa de uma ponta à outra, vamos voltar, todos, outra vez ao estilo românico, schnell,schnell.

 

E depois, ainda alguns andavam nisto do minimalismo e do despojamento e já outros avançavam com um número de 30 milhões. Não aprendemos nada, pois não?

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

||| Que bom para eles

por josé simões, em 24.01.15

 

Seth Globepainter.jpg

 

 

Vejo na televisão que no país que regateou um aumento do salário mínimo nacional em € 20 brutos, de € 485 para € 505 e é porque estamos em ano de eleições porque o salário mínimo nem devia existir porque é prejudicial para a economia e pernicioso para os desempregados blah-blah-blah. há quem possa dar € 1000 por dois bilhetes na primeira fila do espectáculo da Violetta. Que bom para eles.


[Imagem]