Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

O dia seguinte

por josé simões, em 14.11.17

 

Publico 13 Nov 2017 (2).jpg

 

 

 

 

As primeiras páginas dos jornais no dia a seguir ao Público ter feito manchete com a fraude no valor de 6.747.462 € [seis milhões setecentos e quarenta e sete mil quatrocentos e sessenta e dois euros] com fundos comunitários, era Miguel Relvas secretário de Estado da Administração Local no Governo de Durão Barroso e Pedro Passos Coelho administrador da Tecnoforma, a empresa beneficiária dos fundos.

 

 

 

 

cm (1).jpg

 

 

jn.jpg

 

 

dn.jpg

 

 

i.jpg

 

 

negocios.jpg

 

 

 

 

100 anos depois

por josé simões, em 07.11.17

 

Die Welt.jpg

 

 

Die Tageszeitung.jpg

 

 

Diário de Noticias.jpg

 

 

Público.jpg

 

 

100 anos depois, o que resta na imprensa europeia: uma referência de primeira página em dois jornais alemães e outra em dois jornais portugueses.

 

 

 

 

 

Da série "Grandes Primeiras Páginas"

por josé simões, em 29.10.17

 

vozgalicia.jpg

 

 

A primeira página do La Voz de Galicia, edición de Arousa [via]

 

 

 

 

O problema são as "redes sociais"

por josé simões, em 22.10.17

 

smile.jpg

 

 

Acabaram com o Serviço Nacional de Saúde sem avisar ninguém o que obrigou Cristiano Ró-náldo [com dois acentos, como se diz na televisão] a pagar do seu próprio bolso os "cuidados médicos a centenas de feridos dos incêndios".

 

A televisão do militante n.º 1, SIC e SIC Notícias, levou um dia e meio a falar numa manif com "a Praça do Comércio quase cheia", como se fossemos todos cegos.

 

Diz que o problema são as "redes sociais" [o que quer que isso signifique], sem escrutínio e sem o selo de garantia do jornalismo, para desviar para canto que o problema é escrutínio feito ao jornalismo pelas "redes sociais" que incomoda. E muito.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

O Dia da Vergonha

por josé simões, em 02.10.17

 

ara.jpg

 

 

corriere_della_sera.jpg

 

 

liberation (1).jpg

 

 

newyork_times.jpg

 

 

 

 

daily_telegraph.jpg

 

 

diario_americas.jpg

 

 

die_welt.jpg

 

 

elperiodico.jpg

 

 

ft_us.jpg

 

 

lavanguardia.jpg

 

 

lefigaro.jpg

 

 

lesoir.jpg

 

 

segre.jpg

 

 

tagesspiegel.jpg

 

 

the_independent.jpg

 

 

the_national.jpg

 

 

western_mail.jpg

 

 

 

 

Dia de Reflexão

por josé simões, em 30.09.17

 

The National (1).jpg

 

 

A primeira página do escocês The National

 

 

 

 

Jornalismo "de referência"

por josé simões, em 24.09.17

 

expresso.jpg

 

 

5 de Fevereiro de 2011

 

expresso_.jpg

 

 

22 de Setembro de 2017

 

 

 

 

O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 27.07.17

 

white-makeup-clown.jpg

 

 

Apenas quatro dia depois de ter feito gordas de primeira página para uma notícia baseada na boataria e no diz que disse do Facebook o Expresso faz um multimédia "acredita mesmo em tudo que lê na internet?"

 

[Imagem]

 

 

 

 

Ficamos todos muito mais descansados

por josé simões, em 03.07.17

 

Zeid Ali, 12, left, and Hodayfa Ali, 11, comfort e

 

 

Porque o jihadismo, quando não fabrica as suas próprias metralhadoras, granadas, armas anti-tanque, etc. , compra-as no mercado regulado e fiscalizado já que as redes internacionais de tráfico de armas não querem nada com semelhante gente.

 

A rede que roubou armamento de guerra em Tancos, na última quarta-feira, estará ligada ao tráfico internacional de armas e não ao jihadismo

 

[Imagem]

 

 

 

 

Sebastião Moreira de Sá

por josé simões, em 23.06.17

 

Passos-Relvas.jpg

 

 

"Sebastião come tudo tudo tudo tudo, Sebastião come e sabe o que quer"

 

 

 

 

O desespero da direita trauliteira

por josé simões, em 07.06.17

 

mail.jpg

 

the sun.jpg

 

express.jpg

 

 

 

 

Da série "Grandes Primeiras Páginas"

por josé simões, em 29.05.17

 

Die Tageszeitung.jpg

 

 

A primeira página do Die Tageszeitung.

 

 

 

 

 

Os palermas que escrevem no Correio da Manha

por josé simões, em 23.05.17

 

rita lino.jpg

 

 

Os palermas que escrevem no Correio da Manha [sem til] têm a liberdade de levar uma adenda com uma Nota da Direcção caso o que escrevem não agrade à dita, ao abrigo da liberdade de expressão, da direcção.

 

Os palermas que escrevem no Correio da Manha [sem til] têm no final da crónica um barómetro, em forma de smiles, a que não ligam a ponta de um corno e que podem sempre "mandar àquela parte" caso a opinião, do leitor, não lhe agrade.

 

De todos os palermas que escrevem no Correio da Manha [sem til] há os que além de palermas são cúmplices e estão arrumadinhos por ordem alfabética na coluna da direita.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Da série "Grandes Primeiras Páginas"

por josé simões, em 17.05.17

 

Die Tageszeitung.jpg

 

 

A primeira página do Die Tageszeitung.

 

 

 

 

Da série "Grandes Primeiras Páginas"

por josé simões, em 14.05.17

 

Publico.jpg

 

 

A primeira página do Público.