Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Da série "Coisas Verdadeiramente Surpreendentes"

por josé simões, em 16.11.17

 

Gunduz Agayev.jpg

 

 

Manuel, Dom e Clemente, diz que um paneleiro não pode ser padre. Não é isto que Manuel, Dom e Clemente, diz mas é isto que pensa quando diz que "é completamente desaconselhável aceitar homossexuais no sacerdócio" porque o problema para o sacerdócio não é o impulso sexual, inato às espécies, mas a orientação sexual da espécie e, como vivemos num país livre numa democracia liberal, todo e qualquer matarruano pode dizer o que muito bem lhe aprouver e pode ser padre também e ter tempo de antena e tudo.

 

Manuel, Dom e Clemente, diz que um padre pai pode continuar a ser pai e padre desde que não coise e tal mais nenhuma vez com a fêmea mãe da criança, que o que está feito está feito e o pai pode continuar a ser padre e o padre pode continuar a ser pai e que a mãe serve para abrir as pernas e satisfazer e depois parir e depois criar e educar, em família monoparental, censurável e condenável aos olhos da igreja de Manuel, Dom e Clemente, excepto se o pai for padre ou se o padre for o pai.

 

Amém.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Um azar do carvalho

por josé simões, em 22.08.17

 

rezar.jpg

 

 

Suponhamos, não digo que um cego começasse a ver ou um paralítico a andar que isso são coisas dos evangelhos, mas que uma criança fosse salva do coma por devoção dos pais a Nossa Senhora do Monte no Funchal, era milagre, intervenção divina, motivo para peregrinações várias e promessas diversas, um culto sem fim. Como 13 pessoas morreram e 49 ficaram feridas no largo da igreja numa romaria ao Monte da Sé o mesmo princípio dos milagres já aqui não se aplica, não foi intervenção/ castigo divino, foi um azar do carvalho, Alvarinho. É a hipocrisia e a desonestidade da Igreja Católica a surfar a crendice e a ignorância.

 

[Imagem de autort desconhecido]

 

 

 

 

"Tourada em honra de Nossa Senhora de Fátima"

por josé simões, em 05.08.17

 

mãos postas.jpg

 

 

"Por lo tanto, Nos, considerando que esos espectáculos en que se corren toros y fieras en el circo o en la plaza pública no tienen nada que ver con la piedad y caridad cristiana, y queriendo abolir tales espectáculos cruentos y vergonzosos, propios no de hombres sino del demonio, y proveer a la salvación de las almas, en la medida de nuestras posibilidades con la ayuda de Dios, prohibimos terminantemente por esta nuestra Constitución, que estará vigente perpetuamente, bajo pena de excomunión y de anatema en que se incurrirá por el hecho mismo (ipso facto), que todos y cada uno de los príncipes cristianos, cualquiera que sea la dignidad de que estén revestidos, sea eclesiástica o civil, incluso imperial o real o de cualquier otra clase, cualquiera que sea el nombre con el que se los designe o cualquiera que sea su comunidad o estado, permitan la celebración de esos espectáculos en que se corren toros y otras fieras es sus provincias, ciudades, territorios, plazas fuertes, y lugares donde se lleven a cabo."

 

 

 San Pío V: Bula «DE SALUTIS GREGIS DOMINICI»

 

Lusodescendente morto num clube português no Idaho, EUA

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

Cara de Papa

por josé simões, em 12.05.17

 

cerelac.JPG

 

 

"...porque é um Papa de que toda a gente gosta e porque realmente tem cara de Papa"

 

Teen entrevistada no santuário de Fátima depois de Francisco, Papa, ter passado pelo meio da multidão.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

Da miséria humana

por josé simões, em 11.05.17

 

Fátima.jpg

 

Fátima.jpg

 

 

 

[Aqui]

 

 

 

 

Verdade alternativa

por josé simões, em 27.04.17

 

FAKE NEWS.jpg

 

 

O aspecto mais curioso, chamemos-lhe assim, do argumentário justificativo da tolerância de ponto dada aos funcionários públicos aquando da visita de Francisco, Papa, a Fátima, ou à cova Deiria, como dizem as televisões, argumentário comum ao Governo, aos partidos da 'Geringonça' e à direita radical beata, uma verdadeira 'união nacional', prende-se com o facto de "muitos portugueses manifestarem interesse em se deslocarem ao santuário", por coincidência, e só por coincidência, todos funcionários públicos, que no Estado laico o sector privado não tem tempo para terços nem se governa com Pais-Nossos e Avé-Marias.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

Caladinhos

por josé simões, em 27.04.17

 

Jeans-Marie.jpg

 

 

Em nome da Função Pública e com a benção dos partidos da 'Geringonça', ateus-agnósticos-jacobinos-laicos e religiosamente multi coloridos mas com a base eleitoral de apoio à sombra do Estado.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

O Presidente nos 107 anos da República do Estado laico

por josé simões, em 25.04.17

 

 

 

 

 

 

Europa, século XIII

por josé simões, em 25.03.17

 

Papa_Tratado_de_Roma.jpg

 

 

 

 

 

O embuste do século aos olhos de uma criança

por josé simões, em 10.03.17

 

pastorinhos.jpg

 

 

Crescemos todos a ouvir a avó Ilda, que nasceu era D. Manuel II El Rei de Portugal e morreu com Jorge Sampaio na Presidência da República, contar como foi ir de Setúbal a Fátima, ela e os irmãos, de charrete com os pais, estradas só de nome, dormir ao relento onde os cavalos pediam e lá, na Cova de Iria, e depois toda a gente a olhar para o ar no dia do "Milagre do Sol", ela também, e jurar a pés juntos não ter visto nada nem sequer ter percebido o porquê de estar toda a gente a olhar para cima. Valeu pela aventura da viagem. Lembrei-me a propósito do insólito no Diário de Notícias.

 

 

 

 

O Meu Livro da Terceira Classe

por josé simões, em 04.02.17

 

 

 

107 anos de República no Estado laico e 40 anos de Constituição democrática, revista e com os poderes presidenciais definidos e consagrados:

 

é do mais elementar bom senso não receber o Papa com a sociedade portuguesa a discutir a eutanásia

 

 

 

 

 

Normalidade democrática

por josé simões, em 04.01.17

 

bombeiros setúbal.jpg

 

 

É eticamente aceitável que Marcelo Rebelo de Sousa, na pele de Presidente da República do Estado laico [como o próprio sublinha no início do spot], a propósito de uma boa causa – ajudar os bombeiros, não se limitar a dar a cara e a voz pela campanha mas também fazer publicidade, todos os dias e a todas as horas, a uma rádio, entidade privada propriedade de uma confissão religiosa?


Eles servem Portugal todos os dias, assim com a Renascença todos os dias serve Portugal


[Imagem]

 

 

 

 

Cruzamento de dados

por josé simões, em 28.09.16

 

Desmond Boylan_AP.jpg

 

 

O CDS que, mais rápido que a própria sombra, saiu a terreiro em protesto contra a cobrança de IMI a edifícios propriedade da Igreja Católica que não destinados ao culto, e que nem sequer vai até às capelas mortuárias, que as famílias, por interposta pessoa, as agências funerárias, pagam bem pagas à Igreja em nome de um enterro da Fé, é o CDS que, dizem as "más línguas", quer tramar Jerónimo, ler PCP, com o fim da isenção do famigerado imposto nos edifícios propriedade de partidos políticos, já que a sede do CDS pertence à Igreja Católica que é precisamente como começa este post. Como diz o pagode, "quem sai aos seus não é de Genebra".


[Imagem de Desmond Boylan/ Associated Press]

 

 

 

 

Mateus 22:21

por josé simões, em 29.08.16

 

crucifixo.jpeg

 

 Igreja quer evitar pagamento de IMI para os seus imóveis


[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

Guardar

Guardar

Hollywood liberta

por josé simões, em 30.07.16

 

Papa Francisco Auschwitz.jpg

 

 

O Papa foi sozinho a Auschwitz? Não.
O Papa chegou sozinho Auschwitz? Não.
O Papa estava sozinho em  Auschwitz? Não.


Chegou um magote de gente, comitiva, representantes oficiais, representantes do Governo polaco, a comunicação social, fotógrafos, bajuladores vários e emplastros diversos, com o Papa lá no meio. Passaram todos para o outro lado. Passou depois o Papa, fotografado visto de baixo, visto de cima, visto dos lados, filmado de todos os ângulos possíveis e imaginados por câmaras previamente instaladas em braços de gruas e em drones. Não se lembraram de o fazer no Inverno, um Papa todo de branco num campo de extermínio coberto de neve, o efeito visual ainda era infinitamente maior.


Bardamerda para o Vatiwood [Vaticano + Hollywood] rodado no "cu do mundo" e na falta de respeito pela memória de um milhão e trezentos mil mortos.


[Imagem]

 

 

 

 

Guardar

Guardar