Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

E andamos nisto...

por josé simões, em 12.10.17

 

 

 

Depois da "progressão na carreira" só porque sim, o "subsídio de risco". Como se quem vai para a PSP, para a GNR, para uma força policial, não tivesse antecipadamente conhecimento dos riscos inerentes à profissão, como se os riscos inerentes à profissão fossem a excepção e não a regra de que tem conhecimento antecipadamente quem vai para a PSP, para a GNR, para uma força policial.  E andamos nisto...

 

 

 

 

O circo montado pela GNR

por josé simões, em 08.04.17

 

ganja girl.jpg

 

 

Mas está tudo bem, o circo montado pela GNR. com cobertura televisiva nos telejornais do prime time. apreendeu meia dúzia de charros e os infantes foram todos em segurança para o reino de Castela.

 

Alrededor de 800 estudiantes portugueses han causado importantes destrozos en un hotel de Torremolinos

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

 

||| "A necessidade aguça o engenho", vox pop

por josé simões, em 14.05.15

 

Francois-Papa-Doc-Duvalier.jpg

 

 

No Haiti de 'Papa Doc' os polícias só recebiam uma farda e uma arma, nada de salário, nada de susídios, nada de nada e o resto era lá com eles. Por cá ainda não chegámos a tanto.


«Polícias vão buscar passes gratuitos e saem com notas na mão»


[Imagem]

 

 

 

 

||| É dos livros, Direita e Estado policial

por josé simões, em 08.11.13

 

 

|| Paulo Portas já não quer que Portugal seja a Roménia de Ceausescu

por josé simões, em 10.09.13

 

 

 

E vai deixar de andar de Correio da Manha [sem til] debaixo do braço e de fazer visitas à baixa de Setúbal a propósito de problemas no Bairro da Bela Vista na alta. Um valentão.

E, entre políticas de incentivo à natalidade ["a redução da população e o seu envelhecimento"] e poupar nos gastos com a segurança ["restrições orçamentais e o peso das despesas com pessoal"], o ex partido da família opta por passar a ex partido da segurança, que do contribuinte já era. E do idoso também.

 

Assim como a seguir à revolução de Abril de 74 proliferavam os partidos com "m-l" e "r" [de Reconstruído] em letras miudinhas a seguir à sigla, temos agora o CDS-PP [ex]. De "já foi", não de abreviatura de exemplo.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

 

|| Dirty Macedo

por josé simões, em 28.02.13

 

 

 

O ministro Miguel Macedo, habituado que está a ver Clint Eastwood, com 80 anos, a perseguir e dar caça à bandidagem, pensou para com os seus botões, "se ele aguenta eles também aguentam. Ai aguentam, aguentam" e, vai daí, decide aumentar a idade com que os profissionais da PSP e GNR podem passar à reserva ou pré-aposentação dos 55 para 57 ou 58 anos.

 

Paulo Portas, que já não anda a passear Correios da Manha [não, não há engano, é mesmo sem til] debaixo do braço pelas feiras e mercados, fica-se perante o descalabro que se adivinha na manutenção da ordem pública e no combate à criminalidade.

 

 

 

 

 

 

|| Legião Portuguesa, 2.0

por josé simões, em 08.01.13

 

 

 

"Defender o património espiritual da Nação e combater a ameaça comunista e o anarquismo".

 

Batalhões, terços, lanças e quinas, «podem também fornecer às forças policiais informação privilegiada sobre o que se passa nas comunidades».

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Luta, luta, camarada luta

por josé simões, em 17.08.11

 

 

 

Uma greve paga pelo bolso do contribuinte e com a cumplicidade de médicos sem escrúpulos. Como no anúncio das águas, “tão natural como a sua sede”:

 

«"há mecanismos legais ao dispor para não ir trabalhar", como baixas e assistência à família»

 

Não é por nada mas, em caso de necessidade, gostava um dia de ter direito a uma baixa médica ou a uma “assistência à família”, para o caso de não terem sido definitivamente irradiadas do código do trabalho pela aliança chico-esperta entre dirigentes sindicais de meia-tigela e dôtores da mula-ruça.

 

(Imagem “Dancing Around Whiskey Bottle”, Harold Gauer)

 

 

 

 

 

 

|| Da série “Coisas Verdadeiramente Estúpidas”

por josé simões, em 16.03.11

 

 

 

 

 

 

Quem fuma vai sempre fumar. É preferível que fume o que leva de cá ou que ande por lá, por portas travessas, a procurar o que a GNR apreendeu na fronteira - em acções de prevenção da treta para as televisões-, a gastar o dinheiro que lhe pode fazer falta para outras coisas, quando o problema sempre tem sido o consumo de álcool?

 

(Imagem de autor desconhecido)

 

 

 

 

 

 

 

|| Ângelo Correia (e a conspiração) de volta à Administração Interna

por josé simões, em 16.11.10

 

 

 

 

 

 

«(…) uma navalha, uma catana de 40 centímetros e um estilete, e vários panfletos com mensagens anarquistas (…)»

 

Adenda: “mensagens anarquistas”: em 1984, aquando da Operação Orion, houve quem tivesse sido detido por ter em casa o Manual do Guerrilheiro Urbano de Marighella.

 

(Imagem fanada ao Black Panther Party)

 

 

 

 

 

 

 

|| O Circo

por josé simões, em 28.03.10

 

 

 

 

 

Começa a ser uma tradição: os putos vão asneirar para Espanha em excursão de finalistas e, no derradeiro minuto antes da passagem da fronteira, uma operação conjunta GNR / câmaras de televisão. Apreensão de uns charros, identificações, notificações e só faltou aparecer o ministro Rui Pereira a congratular-se e a felicitar as suas “tropas” por mais este sucesso na luta contra o tráfico e consumo de estupefacientes.

 

Uma palhaçada para telespectador ver. Big deal, umas quantas ganzas just for having fun! Eu se fosse pai de um finalista a asneirar em Espanha ficava muito mais preocupado com o “sucesso” desta operação do que se ela não tivesse acontecido. Quem fuma ganzas fuma sempre, e 10 dias a mil e tal quilómetros de casa, por que portas travessas vão andar para recuperar os charros apreendidos na fronteira? Mas isso já é em Espanha onde, como é sabido, não há nada disso, e a Guardia Civil que se preocupe com a guardia de los nuestros.

 

(Na imagem PC Konk by Mark Johnson)

 

 

|| Era para se proteger do Saramago dos comunistas e dos jacobinos da primeira República

por josé simões, em 25.10.09

 

 

 

«Padre septuagenário detido por suspeita de posse de armas, munições e explosivos»

 

 

 

Bom Chefe de Família

por josé simões, em 23.12.08

 

Foi agora mesmo no telejornal da RTP1: a equipa de reportagem acompanha uma viatura descaracterizada da GNR em patrulha na auto-estrada do Norte. Um cromo, em excesso de velocidade e a falar ao telemóvel é mandado parar. “Oh senhor guarda, agora vou ficar sem a minha carta que tanta falta me faz?! Não pode fazer qualquer coisinha e passar a multa à minha mulher?”


(Foto de Samanta Faiocco)


 

O “faroeste” ao contrário; Report

por josé simões, em 12.08.08

 

(Post politicamente incorrecto, mas que pode facilmente passar despercebido uma vez que o blogue só tem Authority 50 no Technorati)

 

Dois bandidos foram assaltar “um estaleiro de materiais de construção civil, numa propriedade em Santo Antão do Tojal, Loures”(link), e levaram consigo um aprendiz de bandido, que por acaso era filho de um dos bandidos.

 

Na versão de um primo da vítima, entrevistado numa televisão, “eles não andavam a roubar nada. Andavam só a apanhar ferro para ganhar a vida”. (Como é sobejamente conhecido e cientificamente comprovado, o ferro é uma coisa que cresce a eito; aí pelos campos).

 

A “apanha de ferro” deu para o torto e, após uma perseguição automóvel, o aprendiz de bandido morreu vitima dos “disparos de um militar da GNR”.

 

O Canal 1 mandou uma equipa de reportagem entrevistar os habitantes no lugar da ocorrência (léxico policial), na tentativa de encontrar uma testemunha ocular. Do povinho que nestas ocasiões é lesto em aparecer em frente às câmaras a botar faladura e a emitir opinião, nem um quis falar. Ninguém tinha visto nada; ninguém tinha ouvido nada!

 

Eu era capaz de dizer que era com medo dos ciganos. Dos outros; dos familiares. Mas como é perigoso dizer "cigano", não vá cair aí o racismo e a xenofobia em cima, fiquemos pelo "faroeste" ao contrário, onde o Xerife é que é o mau dafita.

 

Fazendo aqui um trocadilho com o spot publicitário do cromo do Tempo Extra:

“Os ciganos são um dos grupos em Portugal que mais apoios recebe ao nível do social, mas quando fazem “merda”: ai ai ai, ai ai ai, que não se pode dizer nada! Mas que raio de democracia é esta?!”

 

 

 

A URSS reloaded

por josé simões, em 28.01.08

 

Hoje fui surpreendido com a notícia que, os militares do posto da GNR de Moura, foram proibidos de ler os jornais e ver televisão, até mesmo durante as pausas para as refeições.
 
- “ Porque é que na União Soviética os polícias andam sempre em grupos de 3?”
- “Um sabe ler, outro sabe escrever, e o terceiro vigia dois perigosos intelectuais!”
 
Era uma piada em circulação nos idos do PREC.
 
 
(Foto via Ad Lib Studios)