Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

E os imbecis aplaudem

por josé simões, em 23.04.17

 

 

 

Temos assim um ex hooligan ex activista de claques [segundo a página Wiki, depois da legitimação dinástica do longo rol de graus de parentesco e de sucessões]  eleito presidente de um clube que, aquando de uma derrota ou de um resultado menos positivo da equipa de futebol, a primeira coisa que faz é atravessar o relvado em direcção à bancada para pedir desculpa aos hooligans à claque, a acusar o presidente de outro clube inimigo rival de ser refém de claques de futebol. Siga o circo.

 

 

 

 

Internacional Hooligan

por josé simões, em 22.04.17

 

Mário Machado.jpg

 

 

O que é que fazia um hooligan italiano integrado num gang de hooligans do Sporting às tantas da manhã numa batalha campal em Lisboa com hooligans do Benfica? Se fosse um muçulmano andavam já aqui a pedir a reposição das fronteiras e o encerramento das mesquitas.

 

[Na imagem "Mário Machado, Grupo 1143, Juventude Leonina, 2006 Sporting CP vs. SL Benfica"]

 

 

 

 

Uma primeira página e uma primeira página

por josé simões, em 17.04.17

 

rolling stone.jpg

 

 

record.jpg

 

 

A diferença entre uma primeira página inteligente e uma primeira página imbecil feita por um imbecil para imbecis.

 

 

 

 

 

 

"A nota oficial assinada pelo presidente do FC Porto Pinto Costa"

por josé simões, em 15.04.17

 

james stewart.jpg

 

 

Nos 90s, não sei precisar o ano, a RTP organizou uma espécie de Jogos Sem Fronteiras entre cidades portuguesas capitais de distrito. Uma das eliminatórias foi entre a cidade do Porto e a cidade de Setúbal num espaço ao ar livre no então já moribundo Parque Mayer em Lisboa com Fernanda Freitas e João Baião como pivôs. A equipa da cidade de Setúbal era toda ela formada por professores, na sua maioria de Educação Física. Da equipa representante da cidade do Porto nada sei. Nas bancadas os apoiantes. Falo da de Setúbal porque estava lá, composta por familiares e amigos dos profs e stôres, a maioria a vêr-se pela primeira vez ali, naquele momento. Falo da bancada do Porto porque estava lá, formada por elementos da claque do FC Porto, com cachecóis e bandeiras do clube, durante todo o programa a entoarem o mui famoso e imagem de marca cântico "SLB filhos da puta SLB". Todo o Jogos Sem Fronteiras. Entre a cidade de Setúbal e a cidade do Porto.

 

FC Porto envia nota de pedido de desculpa ao Chapecoense por cânticos dos Super Dragões

 

[James Stewart na imagem]

 

 

 

 

Portugal dos pequeninos

por josé simões, em 07.04.17

 

 

 

O Benfica tem uma agência de comunicação. Crime! Apostasia! Acefalia! Heresia! Gritam os que diariamente regurgitam nas "redes sociais" [gloup] spin produzido por agências de comunicação a soldo de partidos, de actores e figurantes do sistema de justiça, de governos e Estados, de marcas e empresas.

 

 

 

 

No que Marcelo podia ser realmente útil

por josé simões, em 06.04.17

 

soqueira.jpg

 

 

No que Marcelo podia ser realmente útil, em vez de se andar a armar em Presidente do Conselho e a meter o bedelho onde não é constitucionalmente tido nem achado, seja na política económica do Governo, seja na política do Ministério da Cultura para as companhias de teatro, por acaso e só por acaso  da capital, seja na hipotética ida do ministro das Finanças para uma coisa que pelos tratados europeus não existe - o Eurogrupo, era chamar os presidentes dos clubes de futebol, da Liga e da Federação a Belém, dar um murro na mesa e pôr ordem na casa, antes que seja tarde, antes que andemos todos a ver horas de directos televisivos por uma desgraça acontecida, a que os painéis do comentário do pontapé-na-bola não são de modo nenhum alheios.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

Bofetada de luva branca

por josé simões, em 02.04.17

 

 

 

["Bardamerda para todos aqueles que não são do Sporting Clube de Portugal"]

 

 

 

 

 

O futebol é que induca

por josé simões, em 07.03.17

 

Salazar.jpg

 

 

Gastar páginas inteiras de jornais e horas intermináveis em programas de opinião nas televisões por causa dos pintelhos [sic] do Catroga e fazer de conta que o bardamerda do querido líder não existiu.

 

O hooliganismo e o discurso do ódio legitimado nas urnas com o aval de pessoas ditas de esquerda. MA-RA-VI-LHO-SO.

 

["O futebol é que induca e o fado é que enstrói", dixote usado pelas gentes "do reviralho" para caracterizar a política educativa do senhor na foto]

 

 

 

 

 

Os truques

por josé simões, em 05.03.17

 

eleições benfica.jpg

 

 

Com o silêncio cúmplice de uma comunicação social, sistematicamente acusada por dirigentes e adeptos, mais ou menos [des]conhecidos, de ser anti-Sporting, aquilo que foi uma evidente falta de profissionalismo aliada a uma gritante incompetência - as horas de espera dos associados da agremiação do Campo Grande em quilómetros de fila à roda do estádio para poderem exercer o seu direito de voto, foi transformada, amplificada e transmitida urbi et orbi como uma "grande manifestação de sportinguismo", "um sinal da vitalidade do clube", "uma resposta dos associados", "uma prova de democracia" [!!!], entre outros, para dar vazão à afluência de 19 mil associados, 4 mil votantes por correspondência, com o resultado a ser conhecido às 3 horas da madrugada [!], por comparação com as últimas eleições no outro lado da segunda circular, com 23 mil sócios, sem quaisquer minutos de espera em fila, a depositarem o boletim nas urnas que fecharam às 22 horas e o resultado a ser conhecido ainda antes das 23. Pecou por defeito Luís Filipe Vieira quando disse, sem mandar ninguém bardamerda, que o SL Benfica está 10 anos à frente da concorrência, 10 anos sim, mas 10 anos luz.

 

 

 

 

 

One way ticket

por josé simões, em 25.01.17

 

FPF.jpg

 

 

Quanto mais t' abaixas mais o cu t' aparece, vox pop.


Emblema do Real Madrid perde cruz de Cristo nos países do golfo árabe para não ferir "sensibilidades culturais"

 

 

 

 

Guardar

O triunfo de Trump

por josé simões, em 23.01.17

 

Otto Stupakoff 1963.jpg

 

 

Pessoas que apoiam incondicionalmente Bruno de Carvalho depois de terem passado o dia inteiro mais a noite toda nas "redes", nas rádios, nas televisões, nos jornais, "é pá, o Trump... como é que é possível? os amaricanos e tal... está tudo maluco, são todos parvos?!".


[Imagem de Otto Stupakoff]

 

 

 

 

Isto só lá vai quanda arbitragem sair da alçada do FC Porto e do Sporting CP

por josé simões, em 05.01.17

 

menino da lágrima.jpg

 

 

Justiça poética é os dois clubes que no final da época passado se uniram para "tirar a arbitragem da alçada do Benfica" serem agora os principais [supostamente] prejudicados pela nova arbitragem saída da aliança com o Diabo e todos contra o Benfica e apesar de só os burros falarem de arbitragem e da nova arbitragem registar melhorias elogiáveis e do novel Conselho de Arbitragem estar a fazer um bom trabalho.

 

 

 

 

De onde menos se espera sai um agitador do reviralho

por josé simões, em 17.12.16

 

trotsky.JPG

 

 

Pressão é estar no Natal e haver quem não tenha dinheiro para as prendas dos filhos


[Trotsky na imagem]

 

 

 

 

De Espanha, nem bom vento nem bom casamento

por josé simões, em 09.12.16

 

CR7.jpg

 

 

O fisco espanhol andar a apertar os jogadores de um dos dois campeonatos nacionais de futebol mais mediáticos e milionários do mundo – o outro é o inglês, é má política porque os clubes podem deslocalizar a La Liga para a Holanda ou para a Irlanda [teoria liberal].


[Imagem]

 

 

 

 

In Memoriam

por josé simões, em 03.10.16

 

mario-wilson.jpg

 

 

Mário Wilson


1929 – 2016