Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

O Goebbels dos viscondes, Capíttulo II

por josé simões, em 18.02.18

 

 

 

A haver coluna vertebral no jornalismo de dentro de portas estas coisas eram de resolução fácil: blackout noticioso total a toda e qualquer referência, por mais leve que fosse, à agremiação de Alvalade. Jornais, rádios, televisões, em todas as modalidades e, sobretudo no futebol, na chamada apresentação do jogo, nas flash interviews após o apito do árbitro e na análise ao jogo na sala de imprensa.

 

Estamos a falar de ver ou participar em programas de debate desportivo, ser convidados a falar de temas do Sporting CP, escrever artigos que não sejam para o Jornal Sporting, falar sobre o Sporting CP às rádios, passar links de OCS nas redes socias, comprar jornais desportivos e também o CM, ou ver canais portugueses sem ser por lazer ou a Sporting TV.

 

Adenda: Não deixa de ser curioso não se ter ouvido da parte do Sindicato dos Jornalistas uma referência, uma única referência ao facto de por detrás desta estratégia se encontrar um seu associado, noutros tempos um paladino da liberdade de expressão e da imprensa livre.

 

[Na imagem]

 

O Goebbels dos viscondes, Capítulo I

 

 

 

 

O Goebbels dos viscondes

por josé simões, em 17.02.18

 

 

 

Parabéns a Nuno Saraiva, o jornalista director de comunicação do Sporting, que conseguiu meter Bruno de Carvalho todos os dias a todas as horas em todos os jornais, rádios e televisões numa delineada estratégia de vitimação e pressão sobre os sócios desde o dia da abortada assembleia-geral até ao dia da assembleia-geral do triunfo e do apelo ao boicote à comunicação social.

 

Parabéns a Nuno Saraiva, o jornalista do Diário de Notícias, anos e anos de pena afiada em libelos pela liberdade de expressão, pela independência da imprensa e dos jornalistas, contra os ataques à liberdade de imprensa, contra os caudillos instalados e no alerta para os aprendizes de ditador à roda do globo.

 

[Imagem]

 

 

 

 

O Monólogo do Inimputável

por josé simões, em 05.02.18

 

inside-a-psychiatric-hospital.jpg

 

 

"No princípio, Deus criou os Céus e a terra. A terra era informe e vazia, as trevas cobriam o abismo e o espírito de Deus movia-se sobre a superfície das águas. Deus disse: «Faça-se a luz.» E a luz foi feita. Deus viu que a luz era boa e separou a luz das trevas". Génesis, 1.

 

O Monólogo do Inimputável

 

[Imagem]

 

 

 

 

Alvalade by night

por josé simões, em 20.09.17

 

north korea.jpeg

 

 

Bruno de Carvalho usou ecrãs de Alvalade antes do jogo do Sporting com o Marítimo para a Taça da Liga para anunciar que vai ser pai.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Os adeptos do futebol são todos uma cambada de imbecis?

por josé simões, em 17.05.17

 

this_ends_here David Lyle.jpg

 

 

O personagem que nestes últimos anos deliberada, voluntaria e metodicamente nestes melhor encarnou ["enverdou", para o caso] o que de mais perverso o Facebook tem, abandona a espelunca a lastimar-se da perversidade das "redes sociais".

 

O personagem que quando acordava de manhã o primeiro pensamento que lhe ocorria era "ora vamos lá ver como é que hoje vou chatear o meu vizinho do lado..." abandona a espelunca a pedir que o deixem em paz.

 

O personagem que todos os dias ultrapassava fronteiras com opiniões despropositadas sobre tudo o que respirava e intromissões na vida do vizinho do lado, abandona o espelunca cabisbaixo e chateado por ser alvo de opiniões despropositadas e vítima de intromissões na vida pessoal.

 

Os adeptos do futebol são todos uma cambada de imbecis?

 

[Imagem]

 

Adenda: Como alguém escreveu na outra rede, a que não teve o prazer de receber as iluminadas e eruditas dissertações do presidente do Sporting CP, Bruno de Carvalho abandona o Facebook na mesma altura em que as pessoas deixam de assinar a Sport TV.

 

 

 

 

 

Mar de Chamas

por josé simões, em 03.05.17

 

backdraft-movie-poster-1991.jpg

 

 

Bruno de Carvalho quer clubes castigados por causa dos presidentes que passam o dia no Facebook a "atear fogo à mata".

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

E os imbecis aplaudem

por josé simões, em 23.04.17

 

 

 

Temos assim um ex hooligan ex activista de claques [segundo a página Wiki, depois da legitimação dinástica do longo rol de graus de parentesco e de sucessões]  eleito presidente de um clube que, aquando de uma derrota ou de um resultado menos positivo da equipa de futebol, a primeira coisa que faz é atravessar o relvado em direcção à bancada para pedir desculpa aos hooligans à claque, a acusar o presidente de outro clube inimigo rival de ser refém de claques de futebol. Siga o circo.

 

 

 

 

O futebol é que induca

por josé simões, em 07.03.17

 

Salazar.jpg

 

 

Gastar páginas inteiras de jornais e horas intermináveis em programas de opinião nas televisões por causa dos pintelhos [sic] do Catroga e fazer de conta que o bardamerda do querido líder não existiu.

 

O hooliganismo e o discurso do ódio legitimado nas urnas com o aval de pessoas ditas de esquerda. MA-RA-VI-LHO-SO.

 

["O futebol é que induca e o fado é que enstrói", dixote usado pelas gentes "do reviralho" para caracterizar a política educativa do senhor na foto]

 

 

 

 

 

Os truques

por josé simões, em 05.03.17

 

eleições benfica.jpg

 

 

Com o silêncio cúmplice de uma comunicação social, sistematicamente acusada por dirigentes e adeptos, mais ou menos [des]conhecidos, de ser anti-Sporting, aquilo que foi uma evidente falta de profissionalismo aliada a uma gritante incompetência - as horas de espera dos associados da agremiação do Campo Grande em quilómetros de fila à roda do estádio para poderem exercer o seu direito de voto, foi transformada, amplificada e transmitida urbi et orbi como uma "grande manifestação de sportinguismo", "um sinal da vitalidade do clube", "uma resposta dos associados", "uma prova de democracia" [!!!], entre outros, para dar vazão à afluência de 19 mil associados, 4 mil votantes por correspondência, com o resultado a ser conhecido às 3 horas da madrugada [!], por comparação com as últimas eleições no outro lado da segunda circular, com 23 mil sócios, sem quaisquer minutos de espera em fila, a depositarem o boletim nas urnas que fecharam às 22 horas e o resultado a ser conhecido ainda antes das 23. Pecou por defeito Luís Filipe Vieira quando disse, sem mandar ninguém bardamerda, que o SL Benfica está 10 anos à frente da concorrência, 10 anos sim, mas 10 anos luz.

 

 

 

 

 

O triunfo de Trump

por josé simões, em 23.01.17

 

Otto Stupakoff 1963.jpg

 

 

Pessoas que apoiam incondicionalmente Bruno de Carvalho depois de terem passado o dia inteiro mais a noite toda nas "redes", nas rádios, nas televisões, nos jornais, "é pá, o Trump... como é que é possível? os amaricanos e tal... está tudo maluco, são todos parvos?!".


[Imagem de Otto Stupakoff]

 

 

 

 

Isto só lá vai quanda arbitragem sair da alçada do FC Porto e do Sporting CP

por josé simões, em 05.01.17

 

menino da lágrima.jpg

 

 

Justiça poética é os dois clubes que no final da época passado se uniram para "tirar a arbitragem da alçada do Benfica" serem agora os principais [supostamente] prejudicados pela nova arbitragem saída da aliança com o Diabo e todos contra o Benfica e apesar de só os burros falarem de arbitragem e da nova arbitragem registar melhorias elogiáveis e do novel Conselho de Arbitragem estar a fazer um bom trabalho.

 

 

 

 

Bruno Saraiva vs. Nuno Caravalho

por josé simões, em 27.09.16

 

anonimo.jpg

 

 

Se fosse um qualquer ministro era "a promiscuidade entre o jornalismo e o poder político", como é o presidente do Sporting a passar spin, antigamente conhecido como agit-prop, com o nome de "coluna de opinião", duas páginas de jornal, do jornal até há meses entidade patronal de Nuno Saraiva, actual responsável pela comunicação do clube, e a usar léxico, construção gramatical e semântica até hoje desconhecidas no discurso facebookiano e demais flash interviews trauliteiras de Bruno de Carvalho nos finais dos jogos e entrevistas mal-amanhadas em telejornais – uma revelação que surpreendeu até os mais desligados destas coisas do pontapé-na-bola, está tudo bem e não vem daí grande mal, nem ao mundo nem ao jornalismo, não necessariamente por esta ordem.


[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

||| Da série "Grandes Primeiras Páginas"

por josé simões, em 02.02.16

 

A Bola.jpg

 

 

A primeira página de A Bola, terça-feira, 9 de Junho de 2015


[Via]

 

 

 

 

||| Je suis Charlie

por josé simões, em 17.02.15

 

sporting joão rocha marcello caetano.jpg

 

 

Fazer cartoons com o profeta Maomé? Pode.
Fazer cartoons com o Papa e Jesus Cristo na cruz, de todas as maneiras e feitios? Pode.
Gozar com o guarda-redes do Sporting Clube de Portugal e guarda-redes da Selecção Nacional [como Helder Postiga e Hugo Almeida são os pontas-de-lança, porque é o que temos, temos pena]? Não pode.


Não foi à toa que Marcello caetano foi longamente ovacionado de pé no estádio de Alvalade 15 dias depois do "golpe das Caldas" e um mês antes do 25 de Abril de 1974.


«Bruno de Carvalho furioso com Sagres» e «Liga de clubes admite rever relação com a Sagres devido a vídeo de Rui Patrício»


[Imagem "Marcelo Caetano ouviu Alvalade e convenceu-se que não havia revolução"]

 

 

 

 

|| Da Democracia nos clubes de futebol

por josé simões, em 27.03.11

 

 

 

 

 

Qual seria a reacção dos cidadãos se por exemplo, e à imagem do que acontece nos clubes de futebol, nas eleições legislativas um eleitor com 18 anos valesse um voto e um eleitor com 60 anos valesse 60 votos, e tudo fundamentado no mais tempo de nacionalidade [o que não implica mais tempo de cidadania]?

 

(Imagem de Helmut Newton)