Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Não ter a puta da vergonha na cara é isto

por josé simões, em 05.09.17

 

 

 

Aquele senhor e aquela senhora que durante quase 5 anos de uma legislatura andaram todos os dias a dizer-nos que era imperioso retirar competências ao Estado, ler "meter os contribuintes a pagar", em favor de instituições privadas de solidariedade social, IPSS e Misericórdias, nomeadamente na áreas da saúde e da segurança social, com o pio argumento da proximidade no terreno e de melhor conhecerem as pessoas e as populações, vêm agora exigir ao Estado, ler "ao Governo", ler "ao PS no Governo", explicações sobre o dinheiro angariado ao bom coração e ao espírito solidário dos portugueses para acudir às vítimas dos incêndios, e à guarda das tais instituições particulares de solidariedade social instaladas no terreno e próximas às pessoas, deixando no ar a vaga insinuação de que é o Estado, ler "o Governo", ler "o PS no Governo" que se anda a governar pela calada com o dinheiro que não lhe pertence. Não ter a puta da vergonha na cara é isto.

 

 

 

 

Estas coisas não se inventam, capítulo III

por josé simões, em 29.08.17

 

guilty.jpg

 

 

Pedro Passos Coelho nunca criticou os bombeiros, Pedro Passos Coelho limitou-se a desancar na Autoridade Nacional da Protecção Civil que, como é por todos sabido, é passível de ser desancada de alto a baixo, os bombeiros não.

 

António Costa devia saber que quando lida com alguém do CDS o apêndice "doutor/ doutora" deve preceder sempre o trato. "Aquela senhora doutora".

 

[Imagem]

 

Capítulo II

 

 

 

 

Descubra as diferenças

por josé simões, em 27.07.17

 

patrick pound.jpg

 

 

A líder do CDS-PP, Assunção Cristas, afirmou hoje que "não exclui nenhum tipo de instrumento parlamentar", incluindo uma moção de censura ao Governo, na exigência de "toda a verdade" a propósito da tragédia do incêndio de Pedrógão Grande.

 

A líder do CDS-PP disse esta quarta-feira que o partido tem tido "sentido de Estado" na questão dos incêndios e lamentou a ausência de uma campanha de prevenção de comportamentos negligentes.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Não ter a puta da vergonha na cara é isto

por josé simões, em 10.05.17

 

metro lisboa paulo portas.jpg

 

 

Imaginemos um operador privado a construir 20 - vinte - 20 estações de metropolitano. Imaginemos. E é por isso que devem ser os contribuintes a pagá-las, via investimento do Estado. O CDS nunca se engana no alvo nem em a quem servir e Assunção Cristas consegue ver muito mais além, ter "rasgo, horizonte e ambição" e, apesar de por vezes parecer básica de raciocínio, anda sempre várias jogadas à frente, qual jogador de xadrez. Como diria Paulo Portas, os centristas-populares são muito bons a gastar o dinheiro dos outros em "obras faraónicas".

 

Do partido que queria privatizar o Metro de Lisboa:

 

Cristas quer 20 novas estações de Metro em Lisboa

 

[Imagem]

 

 

 

 

Paulo Portas reloaded

por josé simões, em 18.04.17

 

paulo portas.jpg

 

 

Guião para a Reforma do Estado:

 

CDS sugere ao Governo que retome "reformas estruturais"a aliança de direita

 

 

 

 

Cada cavadela cada minhoca

por josé simões, em 26.03.17

 

Ruth Orkit.jpg

 

 

Se não fosse mulher, Paulo Portas não teria reparado em mim

 

[Imagem de Ruth Orkin]

 

 

 

 

 

Não ter a puta da vergonha na cara é isto

por josé simões, em 25.03.17

 

Metal-Paint-specialeffects-Donato.jpg

 

 

Assunção Cristas e Maria Luís ficaram a uma falta de perder mandato

 

 

Se fosse vereadora, daria o mínimo de faltas possível

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

Os malucos do riso

por josé simões, em 13.03.17

 

coum kate.jpg

 

 

Não há responsabilidade política do "doutor Paulo Núncio" [deve, rapidamente, schnell, schnell, reassumir os cargos, importantíssimos, a que renunciou no CDS?] mas a haver responsabilidade política essa é de Pedro Passos Coelho e numa matéria muito mais grave e importante e que só vagamente foi abordada em Conselho de Ministros, "fazia parte da visão do primeiro-ministro", e ainda por cima foi enganada por Maria Luís Albuquerque, já que estava de férias e assinou de cruz por confiar na palavra.

 

É neste espécime que o PSD pondera votar para a Câmara de Lisboa nas eleições autárquicas que se avizinham.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

 

A direita do "sentido de Estado" e da marcha do balão do "arco da Governação"

por josé simões, em 26.02.17

 

trapezista.jpg

 

 

"Grande elevação de carácter" era Paulo Núncio, quando foi convidado para secretário de Estado, ter dito "desculpa lá ó Paulo" ou, como a direita muito gosta, cheio de forma e salamaleque, "o doutor Paulo queria desculpar mas dado o meu passado ao serviço de offshores não me é eticamente permitido aceitar, vou ter de declinar o convite".

 

"Grande elevação de carácter", e uma vez que o leque da direita do "sentido de Estado" e da marcha do balão do "arco da Governação" para a ética tem uma abertura "de costa a costa", era Paulo Núncio ter sido imparcial e independente e não ter metido 10 mil milhões de euros na gaveta do esquecimento. Mas, como sói dizer-se, é mais forte do que ele, é a raça dele.

 

Não, doutora Maria de Assunção, isto não demonstra uma "grande elevação de carácter" coisíssima nenhuma, demonstra outra coisa completamente diferente e que me abstenho, aqui e agora, de nomear.

 

 

 

 

 

"O senhor mentiu"

por josé simões, em 17.01.17

 

concertação social.jpg

 

 

O senhor acabou de mentir a esta câmara, o senhor mentiu. Começamos por ficar habituados, o senhor mente sempre que aqui vem e acabou de mentir objectivamente. O acordo não está ainda assinado


Era uma questão de forma a assinatura do conteúdo. Assim como é um questão de forma a forma como o CDS de Assunção Cristas faz oposição sem conteúdo, sempre com o momento televisivo no horizonte.


[Documento via]

 

 

 

 

"Eu Não Fico"

por josé simões, em 06.01.17

 

cristas.jpg

 

 

Se eu ganhar Lisboa, o candidato do CDS a primeiro-ministro será outra pessoa


[Imagem]

 

 

 

 

Omnivotante

por josé simões, em 12.10.16

 

parahyba.jpg

 

 

"Se Deus quiser" o CDS vai ganhar as eleições em S. Miguel. Assunção Cristas, com João Almeida como emplastro, ao lado de Ana Afonso, cabeça de lista pelo círculo eleitoral.


Omnisciente, Omnipotente, Omnipresente e Omnivotante.

 

 

 

 

O problema sempre foram os madraços do RSI

por josé simões, em 11.09.16

 

Guda Koster.jpg

 

 

Cristas: ter mais de 50 mil euros na conta bancária não é ser rico


[Imagem]

 

 

 

 

Não ter a puta da vergonha na cara é isto

por josé simões, em 15.07.16

 

C.J. Monk-Courtesy of Retina Scottish Internationa

 

 

Depois de quatro anos e meio ministra no Governo da direita radical a cortar pensões, reformas e pensões de viuvez a pagamento, a pôr fim ao complemento solidário para idosos, a eliminar comparticipações e isenções diversas e consequente aumento de taxas:


Assunção Cristas considera que o chumbo ao projecto lei que previa a criminalização do abandono de idosos é incompreensível e revela insensibilidade por parte da Esquerda.


[Imagem]

 

 

 

 

Guardar

Th-th-th-tha-tha-tha-that's all, folks! , Capítulo II

por josé simões, em 23.06.16

 

Assunção Cristas.jpg

 

 

No cachecol é possível ler "não" e "milhões". Será em homenagem a Maria Luís Albuquerque, ex-ministra das Finanças e ex-colega de governo no Governo da direita radical, que se notabilizou por esconder o Banif debaixo do tapete para não estragar a saída limpa e o relógio de Paulo Portas em marcha à ré e por ter fingido que não sabia nada de nada da Caixa Geral de Depósitos, que interessava/ interessa escavacar para dar de mão beijada a interesses privados com o nome de privatização?


[Via]