Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Reservoir Dogs

por josé simões, em 06.07.17

 

pedrógão.jpg

 

 

Uma legenda para esta foto. Quentin Tarantino não teria feito melhor.

 

 

 

 

Costa contra os maus

por josé simões, em 15.06.17

 

 

 

Acredite quem quiser.

 

 

 

 

 

O regresso do velho PS

por josé simões, em 11.06.17

 

kyle-bean-artisan-brunch.jpg

 

 

José Júlio Pereira Gomes nomeado para chefe das secretas.

Diogo Lacerda Machado nomeado para a administração da TAP.

 

O regresso do velho PS, manhoso, amiguista e tachista.

 

[Imagem]

 

 

 

 

José - Saco de Pancada - Gomes Ferreira

por josé simões, em 09.06.17

 

 

 

[Daqui]

 

 

 

 

#costanasic

por josé simões, em 07.06.17

 

josegomesferreira.jpg

 

 

"Eu não lhe quero estragar o amor que tem aqueles 4 anos"'

 

"Parece que só fica contente quando Schäuble critica Portugal"

 

#costanasic

 

[José Gomes Ferreira na imagem]

 

 

 

 

 

A direita filha da puta

por josé simões, em 12.04.17

 

Schauble_Gaspar.jpeg

 

 

A direita filha da puta, habituada a fazer os outros à sua imagem, que no Twitter e no Facebook tratava, e trata, António Costa por "o monhé", "qué flô? qué flô?", sem argumentos arma um escarcéu onde não há nada, absolutamente nada mais do que mesmo que se herr Schäuble fosse de skate, de andas, de sandálias Birkenstock ou em tacões glam New York Dolls, o Governo da direita radical ajoelhoava-se sempre e, não só se ajoelhava, como também rezava.

 

 

 

 

 

Cada cavadela cada minhoca

por josé simões, em 07.01.17

 

PSD Twitter.png

 

 

Costa criou mais empregos no primeiro ano que Passos no último


[Conta do PSD no Twitter]

 

 

 

 

Guardar

Guardar

Adolfo Mesquita Nunes, o aprendiz de contorcionista

por josé simões, em 26.12.16

 

contortion.jpg

 

 

Sair de casa para a porta da Assembleia da República no dia de tolerância de ponto a seguir ao Natal, qual sem-abrigo ou deserdado pela família, para vir elencar para as televisões a educação [um processo em evolução desde 1975], o combate à pobreza [secretário de Estado do Governo que mais pobres criou em 50 anos de democracia] e o emprego [do Governo que mais falências fomentou e mais emigrantes patrocinou desde os anos 60 do séc. XX] como uma boa herança do Governo da direita radical PSD/ CDS que integrou, ou é um brincalhão ou se faz de tolinho ou ambas.


[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

Um vintém é um vintém, um cretino é um cretino

por josé simões, em 26.12.16

 

fantasy.jpg

 

 

Associar a precariedade à pobreza é uma posição ideológica. José Gomes Ferreira comenta a comunicação de Natal de António Costa, primeiro-ministro, na televisão do militante nº1 – SIC Notícias.


[Imagem]


Para mim na vida [...]

 

 

 

 

Nem com um desenho lá vão

por josé simões, em 29.11.16

 

Otto Stupakoff.JPG

 

 

Já refeitos da surpresa de há um ano, quando descobriram com mui grande espanto que no sistema constitucional parlamentar português se vota para eleger deputados que formem maiorias e não para eleger um primeiro-ministro que forme um Governo, mas sem mostrar sinais de terem aprendido o essencial da matéria, PSD e CDS vêm agora publicamente lamentar não ter consigo chegar à fala com o primeiro-ministro no debate do Orçamento do Estado para 2017, ficando-se apenas pelos secretários de Estado e ministros das diversas pastas, o que inviabilizou a estratégia idealizada do circo e da peixarada como forma de fugir ao essencial do debate. Nem com um desenho lá vão.


[Imagem de Otto Stupakoff]

 

 

 

 

Trabalhar à 'amaricana'

por josé simões, em 28.11.16

 

António Costa televisão.jpg

 

 

As câmaras das televisões estrategicamente colocadas num espaço previamente delimitado de modo a que os planos recebidos em casa sublinhem o painel que se quer por detrás do líder. Trabalhar à 'amaricana' é isto.

 

 

 

 

O único e a the next big thing

por josé simões, em 02.11.16

 

everyone.jpg

 

 

Nem sei o que é mais preocupante, se o que António Domingues e a nova administração da Caixa Geral de Depósitos têm a esconder que lhes leve a fazer finca-pé e não tornar públicas as declarações de rendimentos, nem que para isso tenham de "desobedecer" ao Tribunal Constitucional, se a insistência de António Costa, de Mário Centeno, do Governo do Partido Socialista. no nome de António Domingues, o último banqueiro honesto e credível à face da terra ou a the next big thing do negócio bancário.


[Imagem]

 

 

 

 

Foge cão que te fazem barão

por josé simões, em 25.10.16

 

sevilita.jpg

 

 

Relvas era "licenciado" e chamou a despropósito para a conversa os filhos Sócrates que teve uma história mal contada com uma licenciatura.
O PS teve como cabeça de lista a um cargo de que não reza a história "um doutor de Coimbra, meu Deus!".
Telefonam para os fóruns de opinião nas televisões e nas rádios e entram a tratar o jornalista-moderador por doutor[a] que trata o convidado por doutor.
A doutora Fátima do Prós e Contras trata os convidados por doutor que tratam a doutora Fátima por doutora que passa a palavra a doutores na assistência que tratam por doutor os convidados da doutora Fátima.
Crónica do Vasco Valente Correia Guedes que não tenha pelo menos 10 vezes "doutor" ou "engenheiro" não é crónica e quando quer insultar trata o João Galamba por senhor, sem doutor. O "doutor" que podemos encontrar a eito nas crónicas do doutor Gonçalves, ex-arrastadeira do "doutor" Relvas.
Até no futebol o mister às vezes é "professor" ou "engenheiro".

Um dia tratei por tu uma vizinha, cabeleireira, que vi crescer de alpercatas e com o ranho pelo nariz, e levei com "de onde é que você me conhece para me tratar assim?". Doutora cabeleireira, talvez.


Com dizia o outro, se os doutores são portugueses então eu quero ser espanhol, onde toda a gente é tratada por tu, Mariano Rajoy incluído, o senhor Rajoy em Portugal, mais a senhora Merkel, o senhor Hollande e o doutor Costa. Obama é só Obama, ou Barack, já que ninguém lhe conhece o título.

Adjunto do primeiro-ministro declara licenciatura falsa


[Imagem]

 

 

 

 

Como se uma coisa tivesse a ver com a outra

por josé simões, em 20.10.16

 

trapezista.jpg

 

 

Como se ordenados altos fossem sinónimo de profissionalismo, como se ordenados altos fossem sinónimo de responsabilidade, como se ordenados altos fossem sinónimo de racionalidade e independência nas decisões, como se não fosse precisamente o contrário, depois das provas dadas o mérito reconhecido pelo promoção salarial.


Ver a esquerda, que quer marcar a diferença em relação à direita, a argumentar pelos mesmos padrões da direita que pariu administradores de excelência, e bem remunerados, como Jardim Gonçalves, Zeinal Bava, Oliveira e Costa, Henrique Granadeiro, Ricardo Salgado, como se o cerne da questão não fosse a fiscalização e a supervisão que não há, a justiça que não funciona, nem sequer é célere para os infractores e prevaricadores, a impunidade que reina.


[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

O António Horta-Osório dos pequeninos

por josé simões, em 19.10.16

 

fucked.jpg

 

 

Quando no passado dia 23 de Setembro, no debate quinzenal no Parlamento, António, o Costa, sacou do "de cada qual, segundo sua capacidade; a cada qual, segundo suas necessidades" não se estava a referir a António, o Domingues, pago principescamente para despedir trabalhadores rescindir amigavelmente contratos de trabalho, a fórmula mágica da gestão na reestruturação de empresas, uma espécie de Horta-Osório dos pequeninos, comparativamente com o verdadeiro António, o Horta-Osório, pago pelo contribuinte britânico ao peso de Cristiano Ronaldo para despedir milhares, ou estava?


[Imagem]