Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| Da série “Coisas Absolutamente Fantásticas”

por josé simões, em 31.07.11

 

 

 

António Nogueira Leite e Nuno Fernandes Thomaz foram “trabalhar” para a Caixa Geral de Depósitos sem saber quanto iriam ganhar.

 

(Imagem fotograma de Young Frankenstein)

 

 

 

 

 

 

 

|| Fim-de-semana

por josé simões, em 31.07.11

 

 

  

Este fim-de-semana foi assim.

 

You Aint Seen Nothing Yet - Bachman Turner Overdrive

 

(7”vinyl)

 

 

 

 

 

 

|| É amanhã dia 1 de Agosto , E tudo em mim é um fogo posto

por josé simões, em 31.07.11

 

 

Adoro ver a praia dourada , O estranho brilho da areia molhada 
Mergulho verde nas ondas do mar , Procuro o fundo pra lhe tocar 
Estendido ao sol, sem nada dizer , Sorriso aberto de puro prazer

 

 

 

 

 

|| E a casa de banho é atrás da árvore

por josé simões, em 30.07.11

 

 

 

«exigências e regra que o estado impõe hoje que são exageradas e que podem ser de alguma forma diminuídas no sentido de baixar os custos de funcionamento destas instituições»

 

Tipo, 10 velhos num quarto para 3, ou 500 crianças num infantário para 100. Temos homem: Marco António Costa.

 

(Na imagem fotograma de The Shining)

 

 

 

 

 

|| Andamos a mexer na merda com uns pauzinhos

por josé simões, em 30.07.11

 

 

 

«Uma milícia islamista» e o «ministro do Petróleo do Conselho Nacional de Transição». «Os motivos estão a ser investigados.»

 

Os motivos do assassinato ou os motivos dos bombardeamentos da NATO?

 

 

 

 

 

 

|| Não é por nomeação governamental, como na Caixa Geral de Depósitos?

por josé simões, em 30.07.11

 

 

 

Não fora o Pinto da Costa (tricampeão das derrotas autárquicas pelo PS) deter “acções douradas” na Federação Portuguesa de Futebol e podiam(os) bem dispensar a formalidade das eleições.

 

 

 

 

 

 

|| Hack Poster

por josé simões, em 30.07.11

 

 

 

(Via The Graphic Works of Ben Barry)

 

 

 

 

 

|| Porque hoje é sábado

por josé simões, em 30.07.11

 

 

 

Yasuhiro Ishimoto


Untitled, 1951

 

 

 

 

 

|| A secretaria de Estado dos prodígios

por josé simões, em 29.07.11

 

 

 

Cargo:  Motorista

Idade:  21 Anos

Vencimento mensal bruto:  1.866,73€

 

Um potencial espectador da Rede Nacional de Teatros e Cine-Teatros.

 

[Conferir as restantes nomeações]

 

(ImagemSeptember 25, 1923, Brigadier General William Mitchell inWashington, D.C. National Photo Co. Collection)

 

 

 

 

 

 

 

|| Dinheiro graúdo

por josé simões, em 29.07.11

 

 

 

Já John dos Passos em “USA, Dinheiro Graúdo” [Portugália Editora, 1946] põe na boca de Samuel Insull: “A minha experiência ensinou-me que a maior contribuição para a eficácia de trabalho está numa comprida fila de homens à espera de emprego diante dos portões”. Nada de novo portanto. É dos livros. Dos livros de Economia. Do tempo em que havia a disciplina de Economia logo no 9.º ano de escolaridade [sim, já houve um tempo assim]. Ao capital interessa que haja um exército de desempregados em stand by como forma de pressão sobre os outros, os empregados. Do que é que estavam à espera, os trabalhadores sindicatos quando, pelos seus cadernos de encargos reivindicativos, desde sempre aceitaram jogar este jogo?

 

«Despedimentos. Indemnizações passam de 30 para 10 dias por ano»

 

 

 

 

 

 

|| The Last Meals Project

por josé simões, em 28.07.11

 

 

 

- Every prisoner waiting to be executed is granted a last meal. Prisoners waiting to die choose their last meal for different reasons. Some choose for past memories, while others feast on what they crave at the moment. […]. Choosing the last meal is a significant ritual because the accuracy and validity of this choice is the only answer one can ultimately accept. […]

 

(Via)

 

 

 

 

 

 

|| Minaretes na Suíça

por josé simões, em 28.07.11

 

 

|| Black Hawk Down

por josé simões, em 28.07.11

 

 

 

Outro dia alguém perguntava “o que podemos fazer para ajudar a Somália?”, talvez (re)ver o filme de Ridley Scott, digo eu.

 

«(...) controla pouco mais do que metade da capital incluindo as áreas do aeroporto e do porto (...)»

 

(Imagem)

 

 

 

 

 

 

|| Come As You Are

por josé simões, em 28.07.11

 

 

 

Além de Big [big big] Brother também é polícia de costumes. Ainda se fosse o John Holmes adulto, uma pessoa… prontEs, olha, paciência!..

 

Come As You Are

 

(Notícia via)

 

 

 

 

 

 

|| Dos 195 despedidos e das suas famílias nem os jornais nem ninguém fala

por josé simões, em 28.07.11

 

 

 

Américo Amorim em Fevereiro de 2009 para fazer face ao «impacto negativo da crise global».

 

Américo Amorim em Julho de 2011 depois de ter feito face ao impacto negativo da crise global.

 

(Imagem de Cristina Garcia Rodero)

 

 

 

 

 

Pág. 1/9