Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| Não era mais honesto e transparente assumirem-se em editorial à imagem do que acontece nos States?

por josé simões, em 31.05.11

 

 

 

Porque é que a coluna “Eleições2011”na homepage do jornal Público tem sempre Pedro Passos Coelho e/ ou o PSD em destaque?

 

 

 

 

 

|| Praise Cavaco, o grande modernizador do alcatrão!

por josé simões, em 31.05.11

 

 

 

Foi de tal forma a razia no sector das pescas durante o consulado de Cavaco Silva primeiro-ministro que, das duas docas existentes em Setúbal, cidade de pesca e pescadores [a do Comércio e a dos Pescadores], uma agora está reservada a… iates e barcos de recreio, e ainda sobra espaço na outra.

 

Abater a traineira e o arrastão porque a União Europeia pagava, e passar a comprar peixe aos espanhóis que usaram os mesmos fundos comunitários para modernizar a frota. É o que se chama visão estratégica

 

«António Nogueira Leite diz que o mar pode valer "10% do PIB"»

 

(Imagem Circa 1920, “Shad fishing on the Potomac”, National Photo Co)

 

 

 

 

 

|| Déjà vu

por josé simões, em 31.05.11

 

 

  

Eu já vi este filme. Foi há uma ano em Inglaterra quando dois nabos ganharam as eleições a dois nabos ainda maiores que estavam no Governo.

 

 

 

 

 

|| Cut Books & Paper Art

por josé simões, em 31.05.11

 

 

 

Alexander Korzer-Robinson

 

 

 

 

 

 

|| Da série “Grandes Primeiras Páginas”

por josé simões, em 30.05.11

 

 

 

(Via)

 

 

 

 

 

|| Minaretes na Suíça

por josé simões, em 30.05.11

 

 

 

Os amigos disseram que gostava de usar roupas da moda e que ficou em sétimo lugar num concurso de beleza. O seu corpo, depois de golpeado, foi enterrado numa floresta. Tinha violado as leis da Sharia e do Islão.

 

«Muslim girl, 19, 'stoned to death after taking taking part in beauty contest'»

 

 

 

 

 

|| O Grande Salto em Frente

por josé simões, em 30.05.11

 

 

 

A herança maoísta de Pacheco Pereira: «Os "jovens desempregados podem ter uma oportunidade na agricultura"»

 

"70% do que comemos vem de fora" porque "andamos muitos anos a usar a Política Agrícola Comum para financiar a não produção", sendo portanto necessário "inverter a situação". Obviamente Cavaco Silva primeiro-ministro e o PSD não tiveram nada a ver com isto.

 

(Imagem cartaz chinês de propaganda “Study our heros and put that learning into action. We should be like that”)

 

(Notícia via)

 

 

 

 

 

|| Portugal, cenas dos próximos capítulos

por josé simões, em 30.05.11

 

 

 

3) Nadie sabe si frenará el ‘efecto contagio’ a Irlanda, Portugal, España, Bélgica o Italia;

 

«Un protectorado para Grécia»

 

(Imagem via Getty Images)

 

 

 

 

 

|| O Dia do Apocalipse

por josé simões, em 30.05.11

 

 

 

«Jerónimo admite ajuda dos Estados Unidos»

 

(Imagem cartaz norte-coreano de propaganda “The US is truly an Axis of Evil”)

 

 

 

 

 

|| Sinais dos tempos

por josé simões, em 30.05.11

 

 

  

(Via)

 

 

 

 

 

 

|| Uns descobriram a pólvora outros (re)descobriram a intolerância e a falta de cultura democrática

por josé simões, em 29.05.11

 

 

 

Não percebo a confusão nas cabeças com as acampadas sulistas-europeias. Em Westminster, na George Street e em Parliament Square, há acampadas permanentes, algumas há mais de 10 anos (!) ininterruptamente.

 

Dores de crescimento.

 

(Imagem)

 

 

 

 

 

|| Fim-de-semana

por josé simões, em 29.05.11

 

 

 

Este fim-de-semana foi assim.

 

Miss SarajevoPassengers

 

(vinyl7”)

 

 

 

 

 

|| O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 29.05.11

 

 

  

E eis que, de repente, ser de esquerda é uma coisa boa:

 

«Portas de cravo na mão: “Em questões sociais, sinto-me à esquerda do PSD”»

 

 

 

 

 

|| A bondade do comentador versus o bondage que vai vir

por josé simões, em 29.05.11

 

 

 

Dizem os analistas e os paineleiros do comentário político, nas televisões e nos jornais, que os partidos preferem trocar acusações e discutir o acessório em vez de serem esclarecedores e que o povéu vai a votos sem saber da bondade das propostas, nomeadamente dos partidos do “arco da troika” (expressão fanada a Medeiros Ferreira) e do programa de Governo comum aos três, previamente escrito e carimbado na Rua da Alfandega pelo “senhor olhos azuis” y sus muchachos.

 

E era suposto saber? A bondade do comentador.

 

Curiosamente, quando escrevia estas linhas, o Word perguntou-me se queria substituir “a bondade” por “a bondage”. A Bondage que vai vir, do ponto do vista do povéu, parece-me bem.

 

 

 

 

 

|| Spank the dolphin

por josé simões, em 29.05.11

 

 

Pág. 1/9