Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

In Memoriam

por josé simões, em 27.05.17

 

Gregg Allman.jpg

 

 

Gregg Allman

 

1947 - 2017

 

 

 

 

 

Professor Astromar Junqueira

por josé simões, em 27.05.17

 

ruy-rezende-professor-astromar-roque-santeiro.jpg

 

 

Estamos em condições de servir as pessoas sem narcisismo e com abertura democrática.

 

Pedro Passos Coelho

 

 

 

 

Relatório e Contas. Resumo da Semana

por josé simões, em 27.05.17

 

Oriane Safré-Proust.jpg

 

 

[Oriane Safré-Proust]

 

 

 

 

 

Porque hoje é sábado

por josé simões, em 27.05.17

 

Bogdan Dziworski.jpg

 

 

My view Polish impressions in photography series, 1970

 

Bogdan Dziworski

 

 

 

 

 

Make Distrito de Setúbal Great Again, Chapter II

por josé simões, em 26.05.17

 

carousel.jpg

 

 

Por um misto de inépcia, preguiça e ignorância dos jornalistas da praça, continuam sem contraditório as doses maciças de propaganda pelo ministro Pedro Marques e os 20 mil empregos directos e indirectos com o novo aeroporto no Montijo, quando uma busca rápida no Google com "direct and indirect employment Heathrow airport" [repetir subsituindo Heathrow por Charles De Gaulle ou por Rhein-Main Flughafen] mostra, por comparação com as dimensões de cada um e o movimento de passageiros e aviões o empolamento das previsões.

 

[Imagem]

 

Make Distrito de Setúbal Great Again, I

 

 

 

 

O processo criativo

por josé simões, em 26.05.17

 

The_Creative_Process David Lyle.jpg

 

 

Para não nos tomarem a todos por parvos, explicavam-nos, por A + B, relação causa-efeito, com números e gráficos, pode ser mesmo em economês, como é que as 'reformas' levadas a cabo pelo Governo da direita radical tiveram como consequência o crescimento económico e o aumento das exportações, e a gente até faz o favor de esquecer que as 'reformas' levadas a cabo pelo Governo da direita radical foram revogadas, 'deitadas abaixo' pelo 'Governo das esquerdas', segundo a narrativa da direita radical apeada do Governo.

 

[Imagem "The Creative Process" by David Lyle]

 

 

 

 

 

Conta-me como foi

por josé simões, em 25.05.17

 

veloso passos montenegro.jpg

 

 

Passos chora a rir na estreia de Centeno.

Era a primeira intervenção do ministro das Finanças no Parlamento. Passos, na primeira fila, não perdeu uma palavra. E riu. Riu muito.

 

E ainda no próprio dia, ideólogos, apóstolos e escudeiros do personagem que é o que escolheu ser, inundaram a rede, e no Twitter e no Facebook o ministro Centeno levou com o trocadilho e passou a ser o "ministro Semtino". E riram. Riram muito.

 

O ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schäuble, disse esta terça-feira que Mário Centeno é "o Ronaldo do Ecofin", grupo de ministros das Finanças da União Europeia.

 

 

 

 

Europa, século XXI

por josé simões, em 25.05.17

 

 

 

[Via]

 

 

 

 

 

Lobotomia

por josé simões, em 24.05.17

 

Lord Snowdon's Mental Hospital.jpg

 

 

É tempo de retirar aos opressores o poder de oprimir. E, na democracia, o poder se exerce pelo voto. A suspensão temporária do poder do voto dos homens brancos é a única chance de produzir uma real alteração no mundo no espaço de apenas uma geração.

 

[Imagem "Lord Snowdon's Mental Hospital"]

 

 

 

 

O Protocolo

por josé simões, em 24.05.17

 

Ivanka Melania Trump Francisco.jpg

 

 

Diz que a Ivanka e a Melania foram muito corajosas por se terem apresentado de cabelo ao vento aos fundamentalistas da Arábia Saudita.

 

 

 

 

 

cc Marcelo Rebelo de Sousa

por josé simões, em 24.05.17

 

CarlosGPinto.png

 

 

Esteve mal o Presidente da República quando salomonicamente dividiu os louros da saída do Preocedimento por Défice Excessivo entre o Governo da direita radical e o Governo da 'Geringonça' ignorando o papel dos blogues, liberais de pacotilha, na doutrinação do pagode e na disciplina do Estado. Quando já pensávamos que tínhamos visto de tudo...

 

[Via]

 

 

 

 

 

The Fundamentalist Tour 2017

por josé simões, em 23.05.17

 

TRUMP-SCOTT-SCHEIDLY.jpg

 

 

Arábia Saudita - Israel - Vaticano. Mandava Donal Trump fazer t-shirts, bonés, badges com a inscrição "The Fundamentalist Tour 2017", as t-shirts com os locais e as datas impressas nas costas, e ganhava uma pipa de massa em merchandising.

 

[Imagem]

 

 

 

 

In Memoriam

por josé simões, em 23.05.17

 

SaintLogo.png

 

 

Roger Moore

 

1927 - 2017 

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

Os palermas que escrevem no Correio da Manha

por josé simões, em 23.05.17

 

rita lino.jpg

 

 

Os palermas que escrevem no Correio da Manha [sem til] têm a liberdade de levar uma adenda com uma Nota da Direcção caso o que escrevem não agrade à dita, ao abrigo da liberdade de expressão, da direcção.

 

Os palermas que escrevem no Correio da Manha [sem til] têm no final da crónica um barómetro, em forma de smiles, a que não ligam a ponta de um corno e que podem sempre "mandar àquela parte" caso a opinião, do leitor, não lhe agrade.

 

De todos os palermas que escrevem no Correio da Manha [sem til] há os que além de palermas são cúmplices e estão arrumadinhos por ordem alfabética na coluna da direita.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Procedimento Por Défice de Memória

por josé simões, em 22.05.17

 

barely here.jpg

 

 

A novidade não é a saída de Portugal do Procedimento por Défice Excessivo, a novidade é a saída de Pedro Passos Coelho do Procedimento Catastrófico Excessivo e um ainda titubeante discurso positivo, afinal em Outubro há eleições legislativas, que se lixem as eleições.

 

Entre meia dúzia de banalidades, lugares comuns e alguns dados adquiridos, que podiam ter saído da boca de Jerónimo de Sousa, Assunção Cristas ou Catarina Martins, o personagem continua a insistir que o corte em salários e pensões e uma legislação a favorecer a rigidez patronal são "reformas", não é defeito é feitio, e que temos de avançar para a "reforma da Segurança Social", que é uma forma artística de introduzir o plafonamento, transformar a Segurança Social numa espécie de seguro dos miseráveis e entregar o remanescente aos privados.

 

O personagem que em vésperas de eleições criou um simulador online para a devolução da sobretaxa de IRS e que no dia a seguir às ditas já estava em resto zero reclama “menos calculismo eleitoral”.

 

O personagem que lamentou publicamente não ter conseguido baixar o custo do trabalho para as empresas, a reforma que ficou por fazer, considera fundamental gerar mais "emprego [...] melhor remunerado".

 

O personagem que é contra a devolução de salários e pensões, o fim da sobretaxa de IRS, a reposição de feriados e a actualização do preço da hora extra para valores pré 2011 mostra-se satisfeito pelos resultados alcançados e cumprimenta o Governo por isso.

 

Quão curta é a memória do povo?

 

[Imagem]