"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.
20
Dez 14
publicado por josé simões, às 22:06link do post | comentar | ver comentários (1)

 

 

 

Nem se lembrava. Já se tinha esquecido. Era uma coisa inócua. É um mal entendido. Não é nada com ele. Nunca foi. Ou já foi. Há tempos mas saiu a tempo.


Marques Mendes a sair da[s] cena[s] é como o chapéu do Indiana Jones a ser salvo naquela fracção de segundo antes do portão de toneladas de pedra cair e fechar o passado lá atrás.

 

 

 

 


publicado por josé simões, às 17:09link do post | comentar

 

prison-bars.jpg

 

 

Um: «As conversas entre Portas e Abel Pinheiro começam por estar relacionadas com a questão do salário do líder. São três conversas, em dias diferentes, em que os dois discutem o vencimento – equiparado ao do primeiro-ministro – e em que é feita referência a um banco apontado como parceiro do CDS em vários projectos. Este banco, que não foi nomeado, estaria disponível para pagar uma parte do salário.»


Mais


Um: «O ex-ministro da Defesa Paulo Portas, que ocupa o cargo de vice--primeiro-ministro no actual Governo, exigiu que o Banco Espírito Santo (BES) integrasse o consórcio bancário que financiou a compra de dois submarinos pelo Estado Português, um contrato assinado a 4 de Junho de 2004. O governante permitiu ainda que a proposta de financiamento do consórcio Crédit Suisse First Boston (CSFB)/ BES fosse revista em alta (após a sua apresentação), tendo as margens de lucro dos bancos aumentado de 0,19% para 0,25%.»


Igual a

 

 

 

 


publicado por josé simões, às 09:51link do post | comentar

 

witchoria conceptual.jpg

 

 

[Daqui]

 

 

 

 


publicado por josé simões, às 00:01link do post | comentar

 

Jürgen Schadeberg.jpg

 

 

Berlin Crossing 1981


Jürgen Schadeberg

 

 

 

 


19
Dez 14
publicado por josé simões, às 12:37link do post | comentar

 

Marine-ex-voto.jpg

 

 

O fulano que acreditava piamente na constitucionalidade de 4 – quatro – 4 Orçamentos do Estado é o fulano que tem a certeza de que a requisição civil para a greve na TAP é legal. Mete as mãos no fogo e jura pelas alminhas e pela rica saudinha dos entes mais queridos.


[Imagem]

 

 

 

 


publicado por josé simões, às 08:11link do post | comentar | ver comentários (1)

 

Baz Ratner.jpg

 

 

"In the future, everyone will be world-famous for 15 seconds"


O século XXI todo ele concentrado nesta foto de Baz Ratner para a Reuters.

 

 

 

 


18
Dez 14
publicado por josé simões, às 23:00link do post | comentar | ver comentários (2)

 

tap logo.jpg

 

 

"por determinismos ideológicos e políticos" não pode haver uma greve contra uma privatização ditada pelos por determinismos ideológicos e políticos dos partidos da coligação que compõem o Governo que decreta a requisição civil para defender a economia nacional e o interesse público que deixa de ser prioritário a partir do momento em que a empresa for privatizada, ou nacionalizada por outro Estado, como tem sido norma nestes quatro anos de Governo da direita.


Que fica tudo escarrapachado, tim-tim por tim-tim, no caderno de encargos, isso do interesse público e do serviço público e que não há volta a dar-lhe pela empresa ou pelos investidores ou pelos especuladores que comprarem a TAP. Assim como estava tudo escarrapachado, tim-tim por tim-tim, preto no branco, não havia volta a dar-lhe, no caderno de encargos que era a Constituição da República Portuguesa no capítulo que dizia que as nacionalizações eram irreversíveis.


E deixar de argumentar como se fossemos todos um bando de crianças?


[Imagem]

 

 

 

 


publicado por josé simões, às 18:07link do post | comentar

 

bonnie & clyde death car.jpg

 

 

"Por questões de segurança" relacionadas com condenações saídas do martelinho de partir tenazes de sapateira, vulgo “malhete”, do meritíssimo juiz, não são de certeza.


"Por questões de segurança" relacionadas por mandar Ricardo Salgado tratar da vidinha a troco de uma caução paga com dinheiro que se calhar está a fazer falta noutro lado, nomeadamente no banco que já foi BES, também não deve ser. Nem o senhor doutor banqueiro é o Salvatore Riina no que à violência diz respeito.


"Por questões de segurança" relacionadas com a investigação ao caso submarinos também é de excluir porque isso são águas passadas.


"Por questões de segurança" relacionadas com o processo José Sócrates não são de certeza, nem o ex-primeiro-ministro é Mario Moretti ou Andreas Baader, nem o PS é a Fracção do Exército Vermelho ou as Brigadas Vermelhas.


Resta a hipótese das "questões de segurança" que pressionem o meritíssimo juiz a não fazer o seu trabalho como nos “bonecos", venda nos olhos, balança numa mão e espada na outra, ou "questões de segurança"-questões de segurança, daquelas comuns a todos os mortais, tipo cair o tecto ou abrir-se o chão debaixo dos pés, ou ainda "questões de segurança" relacionadas com o recato e a privacidade e não com o segredo de justiça, cirúrgico e a conta-gotas, na primeira página do Correio da Manha e do Sol.


O que me encaganita é a coincidência do alarde das "questões de segurança" no alarmismo da praça pública, agora, neste preciso momento e com este preciso juiz. Sublinho coincidência que não quero cá confusões, por questões de segurança.


[Imagem]

 

 

 

 


publicado por josé simões, às 11:58link do post | comentar

 

Hitler-Nuremburg.jpg

 

 

«The Taliban attackers reserved particularly horrific deaths for the adults, pouring fuel over at least three and setting them alight and killing the head, Tahira Qazi, with a hand grenade.»


[Em português: «Pelo menos três professores foram regados com gasolina e queimados vivos.»]


[Imagem]

 

 

 

 


17
Dez 14
publicado por josé simões, às 23:10link do post | comentar

 

Giant Submarine Crashes Through Streets of Milan.j

 

 

José Sócrates está preso porque foi caçado ao telemóvel a pedir dinheiro a um amigo, Ricardo Salgado anda por aí depois de ter pago uma caução com dinheiro que pediu aos amigos com estilo, na base do "bom princípio geral de uma sociedade que quer ser uma comunidade – comum unidade –, com espírito de entreajuda e solidariedade", na Alemanha há um ror de condenados por uma caso de corrupção sem corrompidos em Portugal onde "há boas notícias para Paulo Portas" [sic], que não pelas conclusões da Comissão Parlamentar de Inquérito à la minuta, presidida por Telmo Correia, um seu escudeiro. Always look on the bright side of life... [Whistle]


[Imagem]

 

 

 

 


publicado por josé simões, às 21:50link do post | comentar | ver comentários (1)

 

Castro - Nixon.jpg

 

 

Interessa é ver a reacção das ruas de Miami e o que vai escrever o editorial do Avante! na próxima quinta-feira, ainda para mais, e vale para os dois lados, com um Papa de permeio. Th-th-th-that's all folks!


«EUA e Cuba vão restabelecer relações diplomáticas»


[Fidel Castro e Richard Nixon na imagem]

 

 

 

 


publicado por josé simões, às 21:35link do post | comentar

 

vitor crespo.jpg

 

 

Vítor Crespo


1932 – 2014

 

 

 

 


publicado por josé simões, às 12:27link do post | comentar | ver comentários (4)

 

Green_Street_Hooligans.jpg

 

 

Só falta Marcelo Rebelo de Sousa no homilia dominical "Bom. Crrrrr... Crrrrr... Se Pinto da Costa continuar presidente do Fóculporto com o processo Sócrates às costas é um génio. Crrrrr... Crrrrr... Bom".


"Nada tenho com os comportamentos pessoais de Jorge Nuno Pinto da Costa. Mas se o presidente do meu clube não consegue perceber que o seu gesto constitui uma atitude política inequívoca e de alcance bem mais vasto do que a sua própria circunstância, então o caso ainda pode ser pior do que aparenta. Para mim, é a segunda derrota dolorosa em dois dias"


[Imagem]

 

 

 

 


16
Dez 14
publicado por josé simões, às 23:37link do post | comentar | ver comentários (4)

 

Carlos do Carmo Não Se Morre De Saudade.jpg

 

 

No país em que o Presidente não lê jornais. Em português. E tampouco em estrangeiro.


Por promover Portugal no mundo, «Carlos do Carmo é a personalidade do ano para a imprensa estrangeira em Portugal».


[O vinil que ilustra o post é meu e o título foi escolhido ao acaso, não é nenhuma indirecta a Sua Excelência o Presidente da República]

 

 

 

 

 


publicado por josé simões, às 22:21link do post | comentar

 

 

 

Uma administração naïf que não percebe que a RTP não é para ser rentável nem viável nem para concorrer em pé de igualdade com as televisões privadas;


Uma administração naïf que não percebe que a RTP não é para promover nem para prestigiar, antes pelo contrário, é para descredibilizar ao olhos das audiências até ao ponto em que a opinião pública seja maioritariamente a favor da privatização que há-de ser pelo preço da uva mijona que os “investidores” a mais não estão dispostos por uma empresa que vale zero;


Uma administração naïf que nem sequer soube ver que foi nomeada e empossada por um Governo público ao serviço dos interesses privados:


«De acordo com um estudo de viabilidade pedido pela estação pública, o retorno ascende a 5,8 milhões de euros por ano, 2,8 de publicidade e 3,3 milhões de custos de oportunidade.


A transmissão da Liga dos Campeões "é rentável e sustentável para a RTP"»

 

 

 

 


publicado por josé simões, às 12:00link do post | comentar

 

 

 

Está aqui tudo, a imagem [a foto é óptima] e o slogan "Relvas defende nova coligação com o CDS-PP". É só esperar que algum partido da oposição agarre a ideia e faça cartazes para as legislativas de 2015.


É incrível como esta gentinha vive no seu mundinho da realidade paralela sem ter a mínima noção da imagem na opinião pública e da imagem na opinião pública agravada pela próximidade de eleições.

 

 

 

 


publicado por josé simões, às 08:24link do post | comentar | ver comentários (1)

 

TAP logo.jpg

 

 

A verdade é que as únicas justificações dadas até agora pelo Governo e pelos escudeiros do Governo para a privatização da TAP é porque a dita já vinha numa alínea qualquer do PEC IV, que era tão mau tão mau tão mau para o país que até obrigou o Governo antes de ser Governo a votar contra ele; que já vinha numa alínea qualquer do memorando de entendimento com a troika, assinado e fotografado com um BlackBerry pelo Eduardo Catroga do PSD e por uma trupe de penteadinhos de gravatas Hermès do sentido de Estado e do balão e arco da marcha da governação do CDS com Paulo Portas à cabeça; e porque sim. O que é muito pouco, convenhamos.


[Imagem]

 

 

 

 


15
Dez 14
publicado por josé simões, às 23:30link do post | comentar

 

phil stern.jpg

 

 

Phil Stern


1919 - 2014

 

 

 

 


publicado por josé simões, às 18:45link do post | comentar | ver comentários (1)

 

Saratov, Russia.jpg

 

 

A justiça que deixa cair a conta-gotas, e cirurgicamente, pedaços do "segredo" para o Correio da Manha e o Sol fazerem primeiras páginas e para a televisão do Correio da Manha abrir "telejornais", para a fritura em lume brando da condenação vox pop na praça pública, é a mesma justiça que prende preventivamente um cidadão sem explicar porque o prende e retira ao cidadão, preso preventivo sem saber porquê, um dos direitos fundamentais do ser humano numa sociedade moderna e democrática: o direito à palavra.


Já faltou mais para reintroduzir os julgamentos sumários e os trinunais plenários.


[Imagem]

 

 

 

 


publicado por josé simões, às 12:14link do post | comentar

 

Amin_al_Husseini_bei_bosnischen_SS-Freiwilligen.jp

 

 

«"não há lugar na Alemanha" para o ódio contra os muçulmanos»


[Imagem]

 

 

 

 


"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.
twitter / der_terrorist
zequim
pesquisar neste blog
 
Dezembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9


21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


kim jong
che
support israel
links
View blog authority Twingly BlogRank
subscrever feeds